Como fazer com um cara

Como Fazer Porta-Guardanapo com Rolo de Papel. Como fazer porta-guardanapo com rolo de papel é o que você vai aprender a fazer agora mesmo. Mudando o enfeite sobre o porta-guardanapo você muda o “tema” da peça, como substituindo o enfeite com modelo fundo do mar para um laço, por exemplo, você já deixa a peça com aspecto mais delicado, mesmo com a rusticidade do fio. www ... Thamires Iengo, da Galera CAPRICHO, ensina como fazer um topete pra ficar com cara de pin up em 5 minutos! Penteados Fáceis de Festa – Coque com Tiara Clara Mantovani, da Galera CAPRICHO, mostra como fazer um coque que é rápido e ótimo pra quem tem cabelo cacheado. Este video ensina make up uma bruxinha com cara de boazinha, passo a passo Como fazer:NOIVA ZUMBI PARA HALLOWEENComo Fazer Penteados Fáceis de Festadecoupagem em vidroComo fazer um MSNComo dar banho em animaisCOMO FAZER FLOR EM EVA

Desabafos

2015.07.17 00:35 chokkolate Desabafos

Quer desabafar e não tem com quem fazer isso? Quer apenas ser ouvido sem ser julgado? Quer apenas despejar tudo e ficar com o coração mais leve? Ou quer simplesmente pedir conselhos para algo que o aflija? Está no lugar certo.
[link]


2020.09.20 14:53 UninformedImmigrant U wot m8? Estórias de um gajo que se mudou para o UK [Capítulo 1: Mudanças e chegadas]

Olá amigos. No post anterior introduzi levemente o espírito desta série, e este é o primeiro capítulo "a sério" da série. Este capítulo versa sobre o processo de preparação para a mudança e o "primeiro embate" da chegada ao novo país; que assuntos tive que tratar imediatamente antes de me mudar, assim como assim que cheguei. Como tenho dito, esta experiência é pessoal, e é importante que entendam que não se aplicará certamente a todos. Riam-se, chorem, e deixem os vossos pensamentos na caixinha em baixo.
Ao longo do texto vão ver uns números entre parênteses rectos ([XXXX]). Isto são referências que estão por extenso perto do fim do post, na secção apropriadamente denominada "Referências".

Take-Aways Principais

Eu gosto de ter uns bullet points com as ideias principais que se devem reter de cada capítulo, uma espécie de "se não leres mais nada, lê isto" do capítulo. Os deste capítulo rezam assim:
Os detalhes estão no texto por aí abaixo.

A odisseia do trabalho científico em Portugal

Já alguma vez tiveram aquele sonho em que querem gritar e não conseguem? Aquela sensação quase infantil de impotência, do pavor da inacção e do pasmo em relação ao que quer que seja que se está a desenrolar à nossa frente? Ou aquele em que querem esmurrar alguém mas não acontece nada? A sensação de impotência é, pessoalmente, das piores que podemos ter; a de querermos fazer alguma coisa, acharmos que sabemos o que fazer e não conseguirmos.
Trabalhar no tecido académico e de micro-empresas português (vulgo technology transfer) é um bocadinho assim. Por mais que um gajo se esforce, é muito difícil escapar à subsidio-dependência, à chico-espertice, à mediocridade, à inexperiência, à falta de processo e, acima de tudo, à falta de recursos. Por bom que seja o sonho, por interessante que seja o projecto, por positivo que seja o ambiente de trabalho, por porreiros que sejam os colegas, há uma sensação latente de "isto não vai dar para construir uma carreira". Isto torna-se particularmente agudo quando se trabalha numa área de tecnologia de ponta, para a qual inevitavelmente o mercado português está pouco desenvolvido. Não havendo mercado, a empresa vira papa-projectos e passa a viver de fundos comunitários, QRENs, COMPETEs, H2020s e coisas que tal. O tempo que se devia gastar em desenvolvimento é gasto a tentar convencer revisores de projectos a darem-nos mais uma esmola, e todos os projectos são uma corrida ao fundo: como é que conseguimos fazer esta omelete bonita com muito poucos ovos? Será que precisamos mesmo de duas pessoas para fazer isto, não dará só uma? Certamente o equipamento X também dá para este projecto.
Um aspecto particularmente doloroso neste ambiente é a altíssima rotatividade dos colegas. Quando se trabalha nestas condições tende-se a depender de recursos precários: bolseiros de investigação, estágios IEFP, estágios profissionais, estágios académicos, e por aí fora. Isto torna imediatamente impossível treinar alguém para fazer alguma coisa de jeito, e dei por mim a ensinar 3 ou 4 pessoas a fazer a mesma coisa em ocasiões diferentes ao longo dos anos. Nunca ninguém fica e toda a gente parte para outra, seja porque a empresa não lhes pode pagar, ou porque são incompetentes demais para nos darmos ao trabalho de lhes tentar arranjar financiamento. As caras e os nomes confundem-se numa espécie de groundhog day tecnológico em que cada ano que passa temos as mesmas conversas. Um tipo que vá ficando, ora porque é bom ou porque é teimoso, vai dando por si a avançar na idade ao mesmo tempo que os colegas não. A certo ponto, todos os meus colegas eram pelo menos uns 4 ou 5 anos mais novos que eu; ora se até eu quase nem tinha barba (hipérbole), então eles estavam mais verdes que as bananas da Costa Rica quando chegam ao Continente.
Quando me perguntam porque é que os portugueses têm tendência a se dar bem lá fora, aponto-os sempre para as condições em que somos habituados a fazer trabalho world-class. As publicações a que submetemos artigos não querem saber das nossas dificuldades; querem papers de qualidade. As agências de financiamento não querem saber de rotatividade, querem saber de know-how, track record e orçamentos. O trabalho que temos que entregar para sobreviver tem que ser de topo, ao mesmo tempo que as condições são de fundo. Pega-se num tipo habituado a isto, senta-lo numa cadeira de 300€, dá-se-lhe 3 monitores e um portátil que dava para comprar um carro, e é natural que o desempenho seja incrível.
Eu não me considero um perfeccionista (e acho que quem se considera perfeccionista pensa demais de si próprio) mas procuro estar numa constante curva ascendente no que toca à qualidade do meu trabalho. Umas vezes a curva é mais inclinada, outras vezes é menos inclinada, mas a cada dia estar um bocadinho melhor que no dia anterior. Aliás, quem me conhece sabe que esse é um traço que aplico em quase tudo: no trabalho, na vida, no desporto, etc. Antes de me mudar sentia que tinha batido no tecto da qualidade do que podia entregar. O meu esforço era máximo e o factor limitador da qualidade da entrega era a forma como o trabalho que eu tinha para fazer era entregue. Não havia tempo suficiente para inovação, era preciso planear de forma irrealista (e entregar de forma irrealista) para se conseguir fazer o malabarismo de todos os projectos. A constante mudança de contexto comia horas todos os dias.
A ética de trabalho portuguesa é, geralmente, horrível. Se eu trabalhei as minhas 8h, entreguei o que tinha para entregar e não tenho horário de trabalho, então vou sair às 16h. Ou chegar às 10h. Geralmente, fazer menos que 9-19 é mal visto, e eu fui sempre muito vocal (se calhar de forma prejudicial para mim próprio) acerca do quão estúpido isso me parece. Cheguei a ouvir algo semelhante a "tu és daqueles gajos que vão de férias desaparecem do mapa". Não é esse o objectivo das férias?

Um dia destes decidi mudar-me para o UK

Então um dia desatei a mandar CVs por esse mundo fora, a ver o que colava. Inevitavelmente, apareceram-me várias ofertas interessantes, a melhor das quais no UK. Contas feitas, a oferta praticamente multiplicou o meu salário bruto por 5 (talvez um bocadinho mais), empurrando-me de um salário mediano em Portugal para um salário bastante acima da média no UK. Esta é daquelas particularidades a que me refiro quando digo que a minha experiência é extremamente pessoal: eu tive a sorte de gostar e ter talento para trabalhar nesta área, e a dupla sorte de ser uma área em que simultaneamente há muita oferta e pouca procura de trabalho. Meio ao calhas cultivei um skillset muito valioso, ou que consegui vender bem. Infelizmente, para manter esta conta dissociada da minha identidade não vos posso especificar qual é; somos poucos, tornava-se muito fácil encontrar-me pelas publicações.
Curiosamente, está agora (à data da escrita) a fazer um ano que me decidi mudar. Nessa altura, a maior preocupação de quem se mudava para o UK era o Brexit, mas houve uma série de factores que me acalmaram:
Acerca deste último: ser estrangeiro no UK ou ser em qualquer outra parte é, para mim, semelhante. Então, se o Brexit por alguma razão resultasse numa perseguição aos estrangeiros, ou numa forte desvalorização da libra, etc, a minha situação ainda assim seria melhor que antes. Teria um CV mais rico, experiência adicional na indústria, e dinheiro no banco, tudo factores que facilitariam a mudança para um país terceiro.
Portanto com os factores políticos resolvidos por ora, e com a família a apoiar, lá me decidi.
Lá vim eu.

Preparação

A preparação para a mudança dividiu-se em:
Para benefício máximo meu e das duas empresas envolvidas, decidi reservar apenas umas 3 semanas sem trabalhar para tratar de tudo. Arrependi-me profundamente: devia ter fodido uma das empresas (a velha, potencialmente) e tido mais tempo para mim e para os meus. Naturalmente, houve muito que pude fazer enquanto trabalhava, como tratar da documentação. A logística foi um pesadelo; tive que esvaziar o apartamento em 2 dias e encontrar forma de arrumar tudo o que tinha na minha casa de família. Uma boa parte ficou por fazer pois queria passar tempo com a família em vez de arrumar merda. Tive que denunciar o contrato de arrendamento, da energia, da água e das telecomunicações. Obviamente, a Vodafone foi a mais merdosa no meio disto tudo, primeiro porque queriam que pagasse a fidelização (tive que demonstrar que vinha para o estrangeiro), e depois porque queriam cobrar o equipamento apesar de o ter entregue a horas e em boas condições. Típica escumalhice de telecom portuguesa, nada de novo.
A preparação legal foi mais cuidada. Para referência, a documentação que preparei foi:
Também nomeei (por procuração) um representante legal em Portugal. Inicialmente pareceu-me overkill, e apenas o recomendaria se tiverem alguém que seja de muita, muita confiança. Mas para mim tem sido muito útil, pois essa pessoa pode-me substituir em qualquer todos os compromissos, requerer a emissão de documentação em meu nome, transaccionar os meus bens (tipo vender o carro velho) e negociar em meu nome com as telecoms quando se armam em parvas (ver Vodafone acima). A pessoa que ficou com esta responsabilidade é da minha absoluta confiança, mas mesmo assim é um compromisso que deve ser mantido debaixo de olho e apenas pelo tempo necessário.
Às tantas perguntei-me "sua besta, já pensaste em quanto dinheiro vais gastar?" Bom, através de uma combinação de salário baixo e escolhas financeiras pouco saudáveis (que reconheço mas não quero detalhar), as minhas poupanças resumiam-se a uns míseros 2000€. Amigos, 2000€ não é dinheiro nenhum. Precisava de mais. Pelas minhas contas, e porque não vinha sozinho, precisaria de cerca de 15000€ para fazer isto com algum descanso, ainda que não conforto.
Lembram-se de quando tivemos uma crise "once in a lifetime" em 2008? Aquela da qual vamos ter saudades agora em 2021? Essa mesmo. Uma consequência engraçada dessa crise foi que as pessoas se habituaram a fazer crédito ao consumo, e os bancos habituaram-se a emprestar dinheiro como quem dá cá aquela palha, já que o Estado depois os resgata e ninguém vai preso. Como sempre trabalhei, paguei os meus impostos e nunca tive dívidas, pude pedir um crédito pessoal para pagar a mudança inicial. 15k no banco, check.
Obviamente não o gastei todo, e a empresa para onde fui trabalhar devolveu-me uma esmagadora parte do que gastei através de um fundo de "relocation expenses". A empresa pagou (mas eu tive que adiantar):
Em cima disso, paguei eu:
Admito que fiz algumas escolhas controversas, e houve muito dinheiro perdido em conversão de moeda. Podia ter ficado fora da cidade enquanto procurava apartamento, podia ter comprado mobília mais barata, podia ter dormido no chão, podia ter comprado malas mais baratas, podia ter andado de comboio em vez de alugar carros quando precisei. Mudei-me de uma forma que considero "medianamente confortável": não o fiz luxuosamente, mas dei-me ao luxo de trazer a Maria, de não ter que partilhar casa e de evitar largamente transportes públicos. Com o dinheiro que a empresa me devolveu constituí um fundo de emergência. Não liquidei logo a dívida porque entendo que é mais importante ter um fundo de emergência do que estar debt-free (mais sobre isso daqui a um post ou dois).
São escolhas. Emigrar é caro, amigos. Conheço quem o tenha feito com 200€ no bolso, mas não é confortável e não quero isso para mim.
Praticamente foi tudo pago através do Revolut. Criei uma conta pouco antes de vir, comprei o premium para não ter limites de conversões, e usei. Inclusivamente recebi lá o primeiro salário enquanto não criei a conta no banco.
A preparação emocional foi a menos complicada. O meu núcleo duro é relativamente pequeno, e toda a gente estava preparada há muito tempo para que eu "fugisse"; era conhecido praticamente desde que tinha começado o PhD que a minha área não era viável em Portugal, e que estava revoltado com a ética de trabalho merdosa. Naturalmente a minha mãe não gostou da ideia, mas são coisas da vida. Ainda assim, um conselho: não se armem em fortes e não descuidem a preparação psicológica/emocional que é necessária para este tipo de viagem. Eu sei que pessoas diferentes têm níveis de resiliência diferentes, mas o português tem muito a mania de achar que é o maior; cuidado com isso. Além disso, não deixem que estas preparações vos tomem todo o tempo que têm; guardem tempo para estar com a família, para lazer, e para descansar. Eu deixei-me consumir um pouco e não foi bom.

Como não ser sem-abrigo

Aterrei em meados de Setembro num dia nublado com duas malas de 30kg, uma mochila para mim e outra para a Maria, e a convicta certeza de que me estava a foder. Tinha cerca de 2.5 semanas até começar a trabalhar, e até lá a missão era só uma: encontrar um apartamento. Há muito para dizer acerca da habitação no UK, vou escrever um post só para isso e por isso aqui vou focar apenas na experiência do recém-chegado.
Eu decidi que não estava disposto a arrendar pelo privado; iria sempre através de uma agência imobiliária. Como não tinha tanta familiaridade com o mercado nem com a legislação, achei que seria mais seguro ir por essa via mais cara e minimizar a possibilidade de ser ludibriado. Recomendo vivamente. Então comecei a encetar contactos por telefone para marcar visitas a apartamentos.
E aí bateu-me.
Eu não conseguia perceber nada do que estes caralhos diziam ao telefone. NADA. "Ahka hrask apfiasdafsd duja sudn" diziam eles, e eu "sorry, I have a really bad connection, could you repeat that?" e eles lá repetiam mais calmamente "G'mornin, how can I help you today?". Muita vez disse eu que tinha pouca rede, a ver se eles abrandavam um bocadinho. E funciona! Top tip: se estiverem a tentar perceber o que eles dizem por telefone, queixem-se da ligação; o serviço móvel no UK é tão mau que eles vão na conversa.
Agora, eu sei falar inglês, ok? Naveguei perfeitamente bem as entrevistas, tenho dúzias de publicações em inglês "impecável", e trabalho em inglês há anos e anos. O problema é o seguinte: falar inglês enquanto se trabalha e escrever coisas em inglês são ambos experiências muito diferentes da de tentar falar com um nativo com sotaque, que assume maneirismos e expressões que não conhecemos, sobre locais que não conhecemos e dentro de um sistema (de arrendamento) que não conhecemos, tudo isto por telefone e sem poder ler nos lábios nem ler expressões corporais.
Com algum desenrascanço tipicamente português fui enchendo os dias de visitas a apartamentos na zona. Num dos dias aluguei um carro para ir ver apartamentos numa cidade vizinha (onde até acabei por ficar), algo que recomendo vivamente. Durante essas semanas vimos facilmente uns 25 apartamentos, talvez mais. As primeiras impressões foram:
(Um aparte acerca da alcatifa: se tiverem uma casa toda alcatifada comprem um robot aspirador de qualidade e aspirem todos os dias, até mais do que uma vez. A vossa qualidade de vida vai aumentar 1000 vezes.)
Escolhido o apartamento, fizemos uma oferta/candidatura. Oferecemos o valor que o senhorio pedia e, já tendo falado com muitos agentes, ofereci-me para pagar o contrato inteiro de 6 meses no dia da entrada. O que se seguiu foi um processo que, para mim, era completamente estrangeiro: o de "referencing" do potencial arrendatário. Pediram-me as moradas anteriores até 3 anos e os contactos dos senhorios, assim como a minha morada de família permanente e (muitos) dados pessoais. Essa informação foi usada para verificar que eu não era um impostor, e para verificar que tinha o hábito de pagar a renda. Ligaram para a minha antiga senhoria portuguesa, uma senhora de 82 anos, a perguntar se eu pagava a renda. Por mero acaso ela fala inglês (foi investigadora) e soube-lhes dar resposta, mas achei a atitude absolutamente desnecessária. Lembro-me de me sentir ofendido; "mas estes filhos da puta acham que pagar 6 meses à cabeça não chega?"
Seguiu-se um contrato de arrendamento para uma Assured Shorthold Tenancy [1], que é a modalidade "normal" de arrendamento para habitação por aqui. O agente imobiliário tratou de toda a papelada, mas eu tirei um dia para ler todo o contrato e verificar se batia certo com o que conhecia da lei daqui, o que recomendo vivamente. Atenção que a partir de meados de 2019 as taxas cobradas pelos agentes imobiliários passaram a ser limitadas por lei [2], por isso se vos pedirem alguma taxa administrativa mandem-nos sugar no pénis mais próximo. Na altura disseram-me que o normal, antes dessa mudança, seria o arrendatário pagar uma taxa de 700 libras à imobiliária pelo serviço. Era matá-los.
Assinado o contrato, ficou fixada uma data para entrada no apartamento. O valor a pagar é esperado nesta altura, no momento imediatamente precedente à entrega das chaves, o que significa que é preciso ter esse dinheiro disponível num cartão aceite pela imobiliária. Obviamente que é possível pagar por transferência, mas isso pode atrasar a data de entrada, e eu estava a pagar hotel por isso tinha interesse em me despachar.
Este processo foi, para mim, extremamente stressante. Até ao momento em que temos a chave na mão, o nível de incerteza é altíssimo: vou precisar de estender a estadia no hotel? Vou ter dinheiro que chegue caso o senhorio recuse o arrendamento? Será que vou ter que procurar noutra zona? Será que vou conseguir fazer isso enquanto trabalho? Para mim, encontrar a primeira casa foi facilmente a parte enervante da mudança. Agora já tenho uma posição muito mais sólida: conheço a zona, conheço o mercado, tenho um pé de meia e transporte próprio. O início custa muito mais.

Burocracias adicionais a tratar no início

Além da casa, que era a minha primeira preocupação, há um outro conjunto de coisas que têm que ser tratadas quanto antes:

Referências

[1] https://england.shelter.org.uk/housing_advice/private_renting/assured_shorthold_tenancies_with_private_landlords [2] https://www.gov.uk/government/collections/tenant-fees-act [3] https://www.gov.uk/council-tax [4] https://www.gov.uk/tax-codes [5] https://www.gov.uk/income-tax/how-you-pay-income-tax

Capítulos Anteriores

O próximo capítulo deve ser mais sobre habitação ou sobre compramanter carro e conduzir. Depende de qual o capítulo que acabar por ficar pronto mais cedo. Às tantas calha ser outro qualquer ¯\_(ツ)_/¯
Se este post gerar uma resposta tão forte como os outros, é possível que eu não consiga responder a todos os comments. Se for esse o caso, peço desculpa; vou dar o meu melhor.
No outro post alguém (um mod?) colocou o flair "Conteúdo Original". Não encontrei esse por isso pus "discussão".
Abraços, e obrigado por virem à minha TED talk.
submitted by UninformedImmigrant to portugal [link] [comments]


2020.09.20 05:13 fazeroquecidadao Precisava desabafar urgentemente (Aviso: Textão)

Eu sou uma pessoa que sofre de depressão, eu tinha ouvido falar de NoFap há mais ou menos um ano, depois de tentativas e tentativas, consegui 20 dias. Até pouco tempo achava que isso iria resolver todos os meus problemas, porém não, o buraco é bem mais embaixo. Eu acredito que o vício em pornografia e esse tipo de coisa era um sintoma de algo bem maior.
Eu tenho problemas familiares, não diretamente briga e esse tipo de coisa, eu simplesmente não gosto de viver com meus pais e não há muito o que fazer, só esperar eu acabar a escola e fazer um concurso público. Eu não gosto de viver por causa que: Meu pai é um cara velho que reclama de tudo, só sabe apontar os defeitos e chato pra k7, Minha mãe é incoveniente e fofoqueira.
Na questão escolar, eu acho a escola uma bosta, mas eu consigo jogar o jogo deles e passar, porém sinto que não sei de preula nenhuma e se fosse fazer uma prova mais aplicada, como um vestibular bem concorrido e de nível elevado, iria tirar uma nota meio média e não iria ser aprovado. Eu ainda tenho dúvidas do curso que pretendo fazer.
E tem a carência que ando sentindo. Eu sou um ser meio antisocial e fico muito na minha, tenho poucos amigos, não tenho perfil em rede social e sou meio reservado. Eu sinto uma vontade de socializar, apesar de tudo, só não tenho culhão pra fazer isso.
Eu estive pensando que o NoFap tava ao mesmo tempo que me ajudando (no sentido de aumento na energia e do tempo), mas ao mesmo tempo me atrapalhando porque minha carência aumentou consideravelmente e ficava com tesão alto e aumentava ainda mais a carência.
Eu acho que vou adotar outro tipo de postura, não vou ser aquele NoFapper que acha que se masturbar é um crime hediondo e não vou ser um Coomer que fica se masturbando para aquela merda denominada pornografia. Vou fazer com moderação tipo me masturbo hoje, depois de 15 faço de novo, algo do tipo, só não vou deixar subir muito a minha cabeça, vou viver minha vida, construindo bons hábitos e focando em melhorar.
Eu também estava muito obcecado em falar com uma garota e em como pegar mulher que acabei deixando de lado minha própria, todo o trabalho que fico empunhando nela , de certa forma eu fui gado.
Eu tenho que focar mais em mim e em ser feliz, eu acho que vou começar a procurar a como posso me tornar um ator (meu sonho) e também procurar cuidar mais de minha saúde.
Eu tenho que aprender a também a ignorar umas merdas que acontecem como levar um fora, algo dar errado, alguém vir falando merda, coisas do gênero.
Em suma, tenho que focar em ser feliz.
submitted by fazeroquecidadao to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 04:14 RaidenResident Meu pai é desagradável!

Nem sei se é certo falar sobre isso... Mas meu pai é meio... Desagradável... Ele só sabe falar mal das coisas, não respeita gostos... Para ele TUDO tem que ser simples. Odeio momentos juntos com a família, pq sei que não tenho nada para falar, nós só nos reunimos comemos... Reclamamos e vemos tv, oq é uma briga, porque minha mãe só sabe ver jornal, e meu pai... Só quer saber de filme de ação e violência, a briga pela tv é constante. Nesses momentos eu só termino a comida rápido e saio da mesa. Meu pai só sabe reclamar das coisas que eu gosto, e não tem respeito por pessoas como eu, fala mal de Animes, dos Filmes que eu gosto, de Hqs... E principalmente... Vídeo game... Eu amo games, meu único meio de diversão, e parece que ele sente uma raiva extrema disso, sempre quando ele me pega jogando ele manda eu desligar, ou pior.. puxa direto da tomada, odeio isso! Odeia que eu durma até tarde, ok, isso todo mundo não vai concordar, pois acordar tarde realmente é uma coisa relaxada, mas cara... Ele sempre um ódio físico disse, parece até q dormir uma horinha a mais é algo nocivo e mortal. Ele odeia coisas caras, Esses dias nós nos reunimos, e conversamos sobre móveis, ele simplesmente começou a reclamar do preço dos móveis e disse que pra ele uma cama de Cimento é melhor coisa, um Barraco velho e móveis quebrados é tudo oq ele quer... Pqp... Não entendo pq isso... Nossa casa precisando de umas reformas e ele dizendo que prefere tudo velho e quebrado. Tudo que é diferente pra ele é ruim... Um cara de cabelo pintado, automáticamente, pra ele é Gay... Um pai que dança com a filha, pra ele é Gay... Uma criança bem cuidada, pra ele é mimada... Ele odeia cuidar de animais, nós temos um "Hotw" (N sei escrever), ele trata o cachorro como uma arma, o cachorro odeia todo mundo da casa, menos ele... A droga do cachorro virou o demônio, tudo porque pro meu pai, Animais foram feitos para serem dominados, Raivosos e protetores de casa, eu tenho uma cachorrinha, e o tempo inteiro ele diz que ela é uma porcaria, porque não briga, ela só quer brincar, por causa do meu pai, nós não podemos cuidar dela melhor, porque ele não gosta de gastar dinheiro com brinquedos ou comida para animais, ele também odeia ver o animal dentro de casa, em vez de educar, ele já saí espancando o animal... Ele sai de casa a noite, as vezes só volta de madrugada, bebe pra caramba, chinga, faz um monte de coisa... Desculpe dizer isso... Mas acho que tenho orgulho de não ser igual a ele, ou seguir os passos dele... Ele trabalha muito, parece ser fixado nisso, trabalhar é bom... Mas ele exagera... Quando tem um tempo livre, sai pra beber.... Pra ele, adolescente com depressão é falta de surra, e na mente dele, todo mundo tem que trabalhar desde a infância... Só porque ele trabalhou, ele quer q todas as crianças trabalhem... Ele odeia minha decisão de fazer Teatro, novamente... Diz ser coisa de Gay. Não sei se é certo falar sobre isso. Não sei se eu é que estou errado. Não sei se algum dia isso pode mudar. Só sei que eu queria dizer isso, só não tinha onde falar. Desculpe se oq estou fazendo é errado, só queria ter alguém para conversar sobre as coisas que gosto... Nesse mundo parece que ninguém me entende.
submitted by RaidenResident to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 01:47 GUST4VUH Minha mãe... [(Minha primeira vez aqui)]

Roy a todos, como 6 tão? tô bem então estou me sentindo ultimamente meio mal e eu precisa desabafar bem eu vou desabafar aqui (Uma coisa eu sou muito ruim em coloca pontos,vírgula e etc então me desculpa se eu erra) Bem a minha mãe é a uma pessoa bem legal e engraçada eu amo muito ela parece uma jovem não fume nem bebe cerveja essas coisas ela faz várias brincadeiras engraçadas só que as vezes quando estamos discutindo e a discussão envolve minha irmã mais velha minha mãe passa muito pano pra ela e quando falo passa muito pano é muito mesmo nois não pode fala um A pra minha irmã que minha mãe acha ruim e vou conta um pequeno caso aqui... ontem de noite meu irmão tava jogando fall guys aí beleza ne bem quando ele perde ele fica bravo até aí é normal meu irmão uns grito mais minha mãe tava no quarto ela não gosta quando nois grita ou fala alto ela falou: "Filho fala baixo por favor" meu irmão pediu desculpa e jogou mais uma partida ele perdeu e falou alto minha mãe falou novamente: "Filho por favor" meu irmão novamente pediu desculpas quando eu vi isso fique com uma raiva imensa pq quando eu jogo fall guys e falo alto minha mãe fala: "Abaixa essa merda" tipo isso é só comigo com mais ninguém e quando falo alto novamente ela fala: "GUSTAVO DESLIGA ESSA MERDA" e quando falo que prometo que vou falar baixo ela manda pra eu desliga ou se não fico de castigo eu sendo um bom filho desliguei né... bem você teve tá pensando: "Mais cara ela pode está em um dia estrassando" bem algumas vezes sim ela pode está em um dia estressante mais é raramente ela fica pegando muito no meu pé se eu fico jogando ela imitianete manda algo pra eu fazer mesmo se eu tiver acabado de fazer serviço bem e eu sempre faço quando termino e volto jogar ela novamente manda eu fazer quando eu termino tudo ela manda eu sair do computador eu nunca falei nada ou tentei tirar satisfação pq sou horrível em discussão ou não penso rápido ou algo do tipo bem era esse meu desabafo espero que tenha entendido eu era isso flw.
submitted by GUST4VUH to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 01:39 Rod-Molina Eu detessto a mimmnha família

Eu tenho 23 anos, vivo com minha mãe e meu irmão, e desde que meu pai nos deixou, minha mãe depositou um monte de expectativas em mim e vive me cobrando, e no geral me trata como propriedade dela, querendo tomar decisões sobre minha vida por mim e tem zero tolerância quando eu demonstro desinteresse em fazer algo por ela; por exemplo, ela me interrompe enquanto estou estudando para fazer algo por ela, e quando ela quer imediatamente, ela tem um acesso de choro se eu não escondo que estou contrariado; sem ironia, um dia, anos atrás, eu estava fazendo um trabalho de faculdade urgente, trabalhava nele umas 4 horas por dia, e um dia em particular ela ficou me interrompendo repetidas vezes para falar um monte de besteiras, aí uma hora eu falei pra mãe que eu não podia falar com ela, por que estava ocupado demais, logo depois ela teve um acesso de choro; eu não insultei nem ergui a voz para ela, mas é só eu demonstrar um pingo de insatisfação com a atitude dela e pronto, ela chora e depois do choro faz um discurso sobre como tratar as pessoas; isso foi anos atrás, mas esse mês aconteceu de novo, dessa vez ela me obrigou a ir numa casa lotérica num sábado quente para pagar contas para ela, por que ela esqueceu de me pedir no meio da semana, quando eu podia pagar pelo meu celular; e uma das contas vencia naquele sábado, então TINHA que ser pago; outra vez me senti contrariado, e outra vez ela chorou e deu discurso. E ano passado ela me forçou a me juntar a um culto por que uma amiga me convidou dizendo ser um “grupo de estudos”, mas na verdade era um culto; eu falei não antes de iri, falei que não queria ir depois de ir, e ela insistiu até eu me dobrar à vontade dela; fiquei meses me contendo de raiva, por que eu queria fazer qualquer coisa além de perder uma tarde inteira meditando e ouvindo coisas holísticas que não tenho um pingo de interesse em aprender.
Meu irmão tem autismo severo, não tem um pingo de autonomia, ele é praticamente uma eterna criança, então de vez em quando eu também tenho que cuidar dele. Eu também tenho autismo, mas mais leve, tanto que só fui diagnosticado aos 18 anos, e foi poro que um colega de ensino médio, também autista, comentou que eu posso ter Asperger, e isso é mais um motivo que eu detesto a minha mãe; meu irmão foi diagnosticado aos 2 anos (eu tinha 4 na época), minha mãe levou ele a 5 pediatras diferentes, para ouvir a mesma coisa, enquanto eu demonstrava sintomas desde que me lembro como pessoa; eu fazia movimentos repetitivos (fazemos isso para nos acalmarmos, para colocar os pensamentos em ordem), andava pra lá e pra cá (ainda faço isso às vezes), etc, e a minha mãe fazia comentários embaraçosos, tipo “pra quê isso?”, ou “não tem nenhuma necessidade de fazer isso!”, e nunca me levou para ser diagnosticado, no máximo me levou a uma psicóloga aos 14 anos por que eu não fazia amigos na escola; eu fui a primeira pessoa com autismo que ela recebeu no divã dela, então a mãe não fez nenhum esforço para eu receber um diagnóstico. Além disso, ela é muito negligente com o meu irmão, há anos ela o deixa usar a internet sem nenhuma restrição ou controle parental enquanto ela trabalha, e o comportamento dele só foi piorando com o passar dos anos, além de que ele não consegue mais separar realidade de ficção; ele vive falando que tem medo dos antigos colegas de escola dele estarem em perigo, por exemplo da Úrsula (a vilã de A Pequena Sereia 2), e não faz nenhum esforço para ele ter uma rotina saudável de sono, então é comum ele dormir enquanto assiste TV na sala ou até passar a noite acordado. Já tentei conversar com ela mil vezes sobre o comportamento dele, mas ela vive negando, dizendo “filho, a fala dele está melhorando, você não pode dizer que ele não está melhorando.”
Quanto ao pai, não tem muito a se falar; ele não esteve presente a maior parte da minha vida (na real ele perdeu a minha adolescência inteira), e nas poucas vezes que eu o vi depois do divórcio, ele prometia visitar mais vezes e me levar em viagens de pai e filho; eu sendo uma criança autista, acreditava em tudo que ele falava. Hoje em dia eu não sinto mais nada por ele, já falei que não o vejo como pai, mas ele insiste em ser mais presente na minha vida, mas, sinceramente, eu não vejo por que eu precisaria de um pai a esse ponto na minha vida.
Eu já tenho um bom emprego e posso morar sozinho, mas eu não conseguiria deixar a minha mãe e meu irmão, primeiro por que ela está muito velha para cuidar dele sozinha, e tem outros problemas de saúde, segundo, eu não conseguiria não me comparar com o meu pai se fizesse isso.
Por último, eu me odeio; virei um cara amargo, não consigo fazer amigos, tenho problemas de raiva (hoje está sob controle, mas já machuquei tanta gente…), e não me permito ficar vulnerável, é como um reflexo que me faz tirar a minha mão do fogo, simplesmente não dá, a menos que eu beba; já cheguei a beber no expediente para ficar mais “de boa” com meus colegas, nada aconteceu comigo mas não fiz de novo.
Eu não quero conselhos, só quero deixar isso registrado em algum lugar, mas não quero que ninguém que me conheça saiba, pra eu não me aborrecer depois. É isso.
submitted by Rod-Molina to desabafos [link] [comments]


2020.09.20 01:27 e1l1even Reflexão sobre plantel - Após falhanço na Champions e goleada na Liga NOS

Há 1 mês, postaram um debate sobre as mudanças que o plantel iria necessitarealizar e eu dei a minha opinião.
Após o falhanço na liga dos campeões, a goleada na 1a jornada do campeonato, e tendo em conta que aparentemente contrataremos apenas um defesa central, podemos tirar pequenas conclusões em relação ao plantel e gostava de saber a vossa opinião.
Há 1 mês, conclui que seria fulcral reforçar a equipa com um defesa-direito, um central (pelo menos) e um 2º avançado. Estou contente de ver que temos soluções para essas posições e ainda acrescentarmos qualidade noutras posições.

Parece-me que a contratação do Gilberto foi uma tentativa do JJ fazer o seu milagre de trazer um jogador e torná-lo craque mas, aparentemente, não será esse o caso.
Fiquei contente por ele referir (flash-interview pós jogo vs. Famalicão) que o Diogo Gonçalves poderá ser aposta para a posição. É um jogador que dá tudo em campo, tem qualidade técnica e parece-me que está nas mãos do treinador ideal para aprender. Desde que ele tenha vontade para isso, poderá tornar-se num excelente ala completo.
Rúben Dias é dono e senhor desta posição, irá evoluir (ainda mais) certamente esta época.
Jan Vertonghen é um jogador com vasta experiência e que joga ao mais alto nível há mais de 10 anos, parece-me completamente exagerada algumas opiniões que li sobre ele após o jogo do PAOK. Atribuir culpas no golo sofrido é exagerado.
Nuno Tavares surpreendeu-me bastante na pré-época, e na minha opinião pessoal, provou que poderá fazer parte deste plantel e ser um bom plano B.

Rafa tem jogado nesta posição e parece-me que não é a posição em que rende mais. Tem dificuldades tremendas em definir a ultima ação. Mas poderá ser bastante útil em vários jogos e dependendo do adversário mas ainda lhe falta dar o clique nesse último passe/finalização.
Continuo com a mesma opinião sobre o Pizzi. É um jogador que simplesmente não encaixa no modelo do JJ, com uma baixíssima intensidade sem bola (assistimos no jogo vs. PAOK e nos minutos finais vs. Famalicão). Tendo em conta a personalidade e influência no balneário, terá que jogar e será útil contra equipas do nosso campeonato (de resto, como tem demonstrado no passado, brilha contra pequenos e raramente faz boas exibições em jogos grandes, e quando digo jogos grandes, não falo apenas de jogos da Champions ou contra os "grandes" de Portugal, basta jogar contra equipas com boa organização e qualidade individual razoável e demonstra grandes dificuldades). Poderemos assistir a uma mudança de intensidade (exigida pelo JJ) mas dúvido. Mas tal como disse, jogador bastante útil vs. equipas "pequenas".
Gabriel se conseguir corrigir a insistência em fazer passes longos errados e as perdas de bola infantis que demonstrou no passado, parece-me que tem as características para jogar na posição 6 do modelo do JJ e que o treinador aprecia.
Por outro lado, continuo a achar que o Weigl demonstra qualidades fabulosas, principalmente na fase de construção, as capacidades físicas podem ser alvo de crítica mas demonstra estar sempre muito bem posicionado, sempre com uma excelente leitura de jogo em todas as fases do jogo, não só na de construção.
A dupla Taarabt + Weigl tem tudo para ser uma excelente dupla neste meio campo, principalmente com a bola em nosso poder. O marroquino é um jogador completamente diferente de todos os médios que temos no plantel, com bola é fenomenal e inventa (no bom sentido) muitos lances de ataque SOZINHO. Sem bola, principalmente na transição defensiva, apresenta muitos problemas a nível de posicionamento e recuperação defensiva, e então quando chega a altura dos +70 min, deixa sempre o Weigl (neste caso) completamente isolado no meio campo.
Espero que o JJ consiga encontrar a solução para este problema. Não me parece que temos alguém indicado para rodar com o Taarabt. (Uma explosão do Paulo Bernardo ou até mesmo do Ronaldo Camará seria bem vinda mas muito pouco provável)
Rafa será o 2o na hierarquia para esta posição.

Pizzi estará em 2o na hierarquia mas tal como referi, não me parece que encaixe na filosofia do JJ, veremos com o passar do tempo.
Rafa e Pedrinho também poderão fazer esta posição.
Gonçalo Ramos a continuar assim também será dificil ignorá-lo. (5 golos nos 2 primeiros jogos oficiais da equipa B, melhor marcadoMVP da youth league 2019/2020 e ainda se ter estreado na época passada na equipa principal com 2 golos são estatísticas arrasadoras).

CONCLUSÃO:
Alguns jogadores que não mencionei aparentemente já têm saída programada e outros poderão estar pelo mesmo caminho.
A longo prazo parece-me que teremos uma excelente equipa e a hierarquia da equipa, por posição, irá começar a caminhar e a moldar-se da seguinte forma:
submitted by e1l1even to benfica [link] [comments]


2020.09.20 00:06 SidneyHarbourBrdge O "ódio do bem" e a hipocrisia do brasilivre

Já é fato conhecido do reddit brasileiro quem são os tais defensores da liberdade de expressão do brasilivre. São mais mesmo: hipócritas que passam paninho praqueles que são reacionários como eles, mas que censuram qualquer um que pense diferente. Mas esse post vai te trazer as provas!
Há alguns dias atrás, eu fiz um post com a intenção de ser provocativo, mas mesmo sem qualquer sombra de apologia a violência, ele foi removido pelo moderador . Era um absurdo, ainda mais considerando que o sub é cheio de comentários e posts explicitamente violentos e que não são removidos.
Então, ontem, eu recebi o seguinte reply em um dos meus comentários:
Mas se for violento e o cara matar comunistas tá valendo (link)
Como esse claramente é um comentário de apologia à violência, eu denunciei pra moderação. É óbvio que os paladinos da justiça do brasilivre iriam remover o comentário, certo? Errado. Violência contra esquerdistas é belo e moral. Ódio do bem! Não fere as regras do reddit e portanto é bem vindo. Mais de 20h depois, esse comentário ainda está no ar.
Assim, com o intuito de provar que o brasilivre não é um lugar livre, mas apenas um safespace de malucos reacionários, eu forjei o seguinte comentário em um outro post:
Tem que fazer filme matando reacinha mesmo (link)
Vejam que esse comentário é praticamente idêntico ao outro, então também não deveria ser removido, certo? Errado de novo! Como, dessa vez, o comentário não está alinhado com a narrativa "esquerda bad", eles caíram na armadilha. Em menos de uma hora, o comentário foi removido e meu user foi banido do bolhivre.
Então estão aí as provas e links pra todo mundo se deliciar e mostrar como funciona essa "liberdade de expressão" que tanto dizem amar. Lembrem-se: aqueles que se vendem como moralistas e donos da verdade sempre estão até as canelas na própria merda.
UPDATE: pra fazer damage control, os mods do bolhivre apagaram o comentário. Mas não se preocupem, eu previ isso e tirei print com antecedência (link)
submitted by SidneyHarbourBrdge to brasil_drama [link] [comments]


2020.09.19 21:38 ArcherRadiant Como é difícil e trabalhoso arranjar alguém sendo homem

Esse post foi trancado sem justificativa no desabados. Gender bias. Post
Principalmente quando você é um cara mediano.
Se fizer tudo isso, TALVEZ consiga uma chance. Como ninguém percebe ou comenta essa diferença gritante nos requisitos? Eu tenho sofrido uma desilusão tão forte sobre isso nos últimos dias. E eu recém fiz 20 anos.
submitted by ArcherRadiant to desabafo [link] [comments]


2020.09.19 21:37 niallwhore Meu ex namorado estragou tudo e esse foi o maior favor que ele já me fez!

Segura que lá vem o textão com meu relato e uma mensagenzinha motivacional pra quem ta sofrendo por quem não te merece. :}
Esse ano eu conheci um rapaz por quem me apaixonei muito. A gente namorou por 5 meses e tivemos um relacionamento extremamente abusivo: ele me acusava constantemente de traição, não queria passar os finais de semana comigo, me agredia verbalmente, era obcecado com instagram e vivia brigando comigo por coisas fúteis relacionadas a redes sociais, não deixava eu ter amigos, não me avisava com antecedência quando ele ia sair pra visitar a amiga dele, sempre brigava comigo, ficava bravo quando eu comprava coisas pra mim, colocava palavras na minha boca, não confiava em mim nunca, ficou do lado do cara que me abusou psicologica e fisicamente - ao invés de acreditar em mim, ele ficava jogando essa história na minha cara como se eu tivesse culpa, além de tudo ele tinha CIÚMES do cara que me abusou. Enfim, comi o pão que o diabo amassou.
Foram 5 meses levando porrada, até que um dia ele desistiu de mim e terminou comigo. A justificativa dele era que eu ficaria melhor sem ele - ao invés de tentar trabalhar as coisas que estavam ruins, ele decidiu fugir. Ele terminou comigo umas 10 vezes enquanto a gente namorava e depois voltava atrás, mas essa última vez eu fui forte, peguei as palavras dele, aceitei o término e não voltei atrás.
Lidar com esse término tem sido extremamente difícil, porque eu ainda o amo demais, eu sinto falta dele todos os dias. Porém, desde que ele terminou comigo eu me apeguei aos meus amigos que se importam comigo, me reaproximei dessas pessoas e aprendi a ser um bom amigo novamente e estar ali pra eles.
Perder o direito de ter amigos quando eu namorei me fez valorizar muito mais as minhas amizades. É muito ruim e assustador não ter ninguém.
Estou passando por maus bocados, mas eu fico muito feliz de ver que não estou sozinho, sabe? De ter meus amigos e minha mãe me apoiando e me fazendo sentir como uma pessoa boa novamente (porque quando eu namorava ele fazia acusações tão graves sobre mim que saí me sentindo o pior monstro do mundo).
É bom demais desabafar com as pessoas próximas e não ouvir como resposta um “fica tranquilo que vai dar tudo certo” ou não me culparem por estar me sentindo mal e brigarem comigo igual meu ex fazia.
Eu estou podendo jogar videogame de novo, e não fico mais triste de passar os domingos sozinho, porque afinal eu estou solteiro, e ta tudo bem. Além de tudo, todo o espaço vazio que o fim do relacionamento deixou, eu estou usando para desenvolver projetos pessoais e profissionais, inclusive tenho uma amiga que ta me apoiando e me inspirando muito a explorar cada vez mais os meus potenciais.
Meu ex se arrependeu muito de ter terminado comigo e deixou claro várias vezes que faria de tudo pra me recuperar. Ele me disse que mudou, que se voltássemos a namorar tudo seria diferente, etc. Por mais atrativo que isso fosse, porque eu ainda o amava (e ainda o amo), eu fui forte e sempre tentava lembrar de tudo que eu fui forçado a deixar de lado porque ele mandou. Sem contar que o fato de ele ter me culpabilizado e me feito lembrar tantas vezes do abuso que sofri foi algo que eu não consegui perdoar.
Enfim, as semanas foram passando e depois de tantos surtos, indiretas injustas sobre mim que ele ficava postando nas redes sociais, entre outras coisas como o fato de ele ter ido brigar com uma amiga minha porque ela deu unfollow nele no instagram e de ele ter seguido um conhecido meu e dado block nele em sequência, as coisas foram acalmando um pouco. Ele parecia realmente estar mudando, e obvio que isso mexeu com meu coraçãozin de gado.
Embora não tivesse sido o bastante pra eu voltar pra ele, foi algo que me fez não querer afastar e tirar ele da minha vida. Eu deixei uma janelinha aberta pra ele entrar, caso se comportasse. E depois de vários dias que a gente estava se dando bem, eu decidi que iria acompanhar ele em um exame que ele ia fazer e ele falou que queria que eu fosse junto.
Eu fui acompanhá-lo e na hora de ir embora, ele disse que queria voltar pra mim e tal. Então eu conversei com ele durante horas com a maior honestidade sobre tudo que eu tava sentindo, e eu concluí a conversa dizendo a ele que se eu realmente sou o amor da vida dele e se ele realmente estivesse mudando, o tempo eventualmente iria mostrar e a gente iria acabar ficando juntos se fosse para ser. Ele disse que estava disposto a deixar o tempo mostrar que ele estava falando a verdade, então embora a gente não tenha decidido se afastar de vez nem voltar, a possibilidade tava ali no ar caso ele quisesse agarrar.
A conversa foi na quarta-feira. Quinta-feira eu segui no instagram um amigo de longa data com quem eu havia perdido contato. Em um plot twist bizarro, meu ex uma duas horas depois desse follow veio querer tirar satisfação comigo referente a este amigo que eu segui. Sendo que a gente tinha conversado sobre como esse tipo de comportamento dele era nocivo um dia antes.
Mano, eu fiquei puto com ele e me permiti surtar e falar o quanto que ele foi invasivo e o quanto essa situação foi fodida. Eu fiquei tão irritado com o que ele fez que não queria mais falar com ele. Ele me ligou algumas vezes durante a madrugada e mandou inúmeras mensagens implorando pelo perdão. Mas eu precisava ficar sozinho pra processar tudo aquilo.
É, galera, quando a gente ta apaixonado a gente é trouxa o bastante pra se decepcionar com a pessoa mesmo ela ja tendo vacilado com você inúmeras vezes antes.
Beleza né, no dia seguinte descubro que ele seguiu outro amigo meu com quem não tenho mais contato no instagram (e meu ex morria de ciúmes desse menino, porque nós já fomos muito próximos como amigos e tinha algumas fotos com ele no meu instagram). Além de ele ter dado follow no menino, eles trocaram vários likes em fotos. Eu vi aquilo e decidi que iria retirar meu ex das minhas redes sociais, eu chorei muito muito mesmo, mas beleza.
Menos de uma hora depois meu ex começou a me ligar de novo e implorar pra eu conversar com ele, porque ele não iria aguentar me perder e que precisava de mim. Eu primeiro tive que mandar uma foto minha chorando pra ver se ele acordava pra vida de que ele foi longe demais e depois fui bem grosseiro ao pedir para ele me deixar quieto. Ele disse que iria me deixar quieto, mas implorou pra eu não sumir de vez e encerrou com um “te amo, até”.
Depois dessa conversa fui conversar com esse meu amigo que ele seguiu no instagram, e o meu amigo disse que tinha conversado com meu ex pra tirar essa história a limpo (pra ver se ele ainda tava namorando comigo e tals) e meu amigo falou que meu ex disse que já tínhamos terminado e ele não queria mais ter nada a ver comigo. Além disso, meu ex falou sobre mim com deboche pra ele, como se o relacionamento tivesse dado errado e acabado por minha culpa.
Bom, gente, eu tinha tudo pra ficar arrasado com isso tudo, porque uns minutos antes o menino tava implorando por mim enquanto ele dava em cima de alguém que eu conheço e já fez parte da minha vida. Ele me acusou de traição durante 5 meses, e quem se provou um grande mentiroso e um traidor do mais baixo nível foi ele. Ontem eu finalmente entendi que ele tentava constantemente me diminuir e dizer que eu sou péssima pessoa, porque na verdade era ele quem fazia tudo isso e ele só estava projetando essas coisas em mim.
No final das contas, embora eu esteja muito triste, eu estou muito grato por ele ter estragado tudo e ter mostrado quem ele realmente é. Imaginem que merda se eu tivesse acreditado nele e voltado pra ele? Fico imaginando quantos chifres que eu levei durante esse relacionamento e fico muito feliz que todo esse abuso acabou.
Eu não estou contente, mas eu estou extremamente satisfeito que estou aprendendo a viver minha vida sem ele e me recuperando de um monte de merdas que aconteceram na minha vida (até antes mesmo de eu ter conhecido ele) ao lado dos amigos que se importam comigo e da minha família. Estou extremamente carente, mas eu nunca vou me submeter a voltar com alguém que me traiu dessa forma e ter esse conhecimento é tudo de bom, é libertador saber que quem mais apontou pra mim é a pessoa que mais fez as cagadas que falava que eu fazia.
Tudo isso pra eu dizer, meus amigos, que tudo bem sofrer por amor. Sua vida vale muito mais que um relacionamento abusivo ou alguém que te ilude. Se você ta malzão ou malzona porque seu amor te maltrata, te humilha, trai ou mente pra você, aprenda a se amar em primeiro lugar porque você tem potencial de fazer coisas incríveis! Onde há vida, há potencial.
Se você ta se sentindo sozinho se apegue aos seus amigos, se não tem amigos se apegue a sua família. Vai conhecer gente nova, às vezes perder uma pessoa nos faz sentir que estamos perdendo o nosso mundo, mas nós ainda teremos um universo inteiro para explorar.
submitted by niallwhore to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 20:32 justasimplessguy odeio sentir oq sinto

Odeio ficar meloso, odeio me sentir um puta dum gado arrombado de merda, odeio (ainda) ser um fracassado financeiro, odeiot acordar td dia lembrando de vc, pensando em vc, querendo ficar com vc e vc nem perto n tá
odeio esses vacuo de merda q c parece fazer de proposito tmb, odeio qnd c me chama num dia fala cmg o dia inteiro dps some do nada (vai se fuder)
odeio sentimentalismo exacerbado, odeio me sentir forçado mentalmente moralmente a te mandar msg por uma pira totalmente minha, odeio entender q tu n gosta de mim por varios motivos (dos quais eu já sei), odeio de verdade msm ter me apaixonado por essa menina cara.
serio msm, odeio pra caralho
pq é como se estivesse nessa busca pela sua aprovação sempre, mas a vdd q c num se importa msm, e nem deve
eu nao me odeio, me acho massa pkrl, definitivamente n sou bonito E EH ESSA MERDA Q ME FODE, em grande parte pq eu quero msm ..
se eu fizer uma academia, meu deus, n sei oq vai ser de mim, pq eu sou moreno e alto .. minha boca beija mt bem (só elogios), tenho um puta futuro foda pela frente (n se trata nem d expectativa infundada na real ..) ..
vou pisar em qualquer terra q eu quiser, vo conhecer mt gnt nova, vou mudar os hábitos, vou sofrer novos traumas, vou vivernovos amores
eu tenho certeza dessa merda toda aí
só nao tenho certeza se vou te alcançar até lá, e na vdd isso tmb nao importa ..
nada importa ..
Foi e ainda é e vai ser torturante pra mim ver tanta coisa massa pela vida, e não ter vc aqui cara ..
Por isso eu digo, VAI TOMA NO SEU CU
odeio sua falta de confiança em mim, odeio pkrl sua falta de confiança em mim ...
eu nk tive medo de vc nao, se tivesse medo n te procurava tanto.
vc foge de mim, quem tem medo nessa poha aqui é vc
vai se fude dnv
SAI DA MINHA MENTE, INFERNO
submitted by justasimplessguy to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 19:41 Russ_it Sou o babaca ou só tô reclamando atoa?

Eu já falei algumas vezes por aqui o quanto eu me frustro com meu pai. Depois de muitos meses pensando, tentando entender o que raios acontecia pra tanta raiva eu cheguei a uma conclusão que NÃO só eu concordo, mas meu irmão, mãe e uma única funcionária também concordam:
Meu pai superprotegeu a mim e a meu irmão quando nos mudamos para onde vivemos hoje em dia (concordo que não seja o melhor lugar do mundo para se viver, mas muito disso vem do preconceito com pessoas de periferia, cês já devem entender onde eu quero chegar com isso). Entendo o lado dele de querer proteger quem ama, o mundo é um lugar nada amigável, mas nisso a gente tem o efeito contrário: superproteger causa ou dependência dos pais, gente que não sabe como se virar quando chega na fase adulta ou cria filhos que vão odiar os pais, o meu caso é o último. Sempre me incomodei com o fato de que eu não podia fazer nada sem ele estar por perto, sem ouvir um "não" quando queria ir na casa de um amigo ou brincar na calçada, era muito melhor que eu ficasse em casa na visão dele. Minha mãe nunca concordou, mas meu pai sempre fazia um dramalhão sem igual. Tive minha adolescência negada porque eu tive que trabalhar pra poder sustentar a casa com os negócios de família (desde a crise de 2015 nunca conseguimos nos recuperar 100%), e foi nessa época em que tudo piorou. Eu não saia de casa pra nada; um cara extremamente tímido, baixa autoestima, sem ter com quem conversar.
Todos concordam que meu pai tem medo. Medo ao ponto dele virar e dizer que não é medo, é só cautela. Na realidade não é isso que nós enxergamos, e é muito pior ele fingir que não é assim, só pra parecer pros outros como é um cara esforçado pra caralho, que bate no peito e vai pra cima de tudo quando na verdade é um cara que faz mais do mesmo só pra provar um ponto. O mundo conspira contra ele, outras empresas conspiram contra a nossa pra querer ferrar com a gente (maluco, nós somos uma ME, que porras uma empresa vai perder tempo com isso?). Diz que os filhos podem fazer o que quiser da vida, mas nunca apoia nenhuma grande decisão na vida dos mesmos. Sempre fala que vai ser difícil conseguir aquilo que almejamos, mas não é como se quisesse mostrar um fato, é com o tom de "desista disso, fiquem no trabalho que eu sei o que é bom pra vocês", "mas é muito caro, tem que ter dinheiro", "vai achando que mudar de país é fácil assim, tem que trabalhar muito", eu tenho mais de dois neurônios na cabeça, consigo pensar e entender sozinho. Sabe, pros outros é fácil realizar um sonho, mas pra gente é negativo. A funcionária que trabalha conosco é muito amiga dos meus pais e conversa de tudo. Hoje eu fui saber por ela que ele não quer que eu saia daqui; "Tá doida? Ele não pode sair daqui não" (estavam conversando sobre facul e trabalho, e nessa conversa ela estava me incentivando muito a ir procurar algo fora daqui).
Tenho tanta coisa pra falar, mas acho que já é o suficiente pra entender.
Eu quero sair daqui, cansei. Não consigo sequer olhar nos olhos dele. Me dá repulsa
submitted by Russ_it to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 17:42 softoandweto Pensando em sair do país.

Aqui vai um desabafo e uma pergunta, eu realmente tentei, juro que tentei amar esse país e ver um futuro onde talvez as coisas possam dar certo não só pra mim, mas pra todo mundo. A cada dia que passa fica mais difícil manter uma visão otimista do futuro, é sempre o mesmo ciclo de corrupção, abuso, pobreza, negligência e indiferença. Cada doença alimenta a outra, políticos roubam da população, criando instituições disfuncionais que nos falham todos os dias, empresários exploram funcionários, pagam mixarias, roubam parte do salário, muita gente não tem uma perspectiva de futuro e acaba se voltando ao crime, não recebem a ajuda necessária e apenas afundam mais e mais no abismo.

Esse país é um ecossistema de abuso e desperdício de vida humana, toda vez que eu venho aqui eu me lamento muito em concordar com os comentários mais negativos (ou melhor, realistas) relacionados à esse país. Estamos acostumados a essa realidade decadente, tentamos racionalizar isso. Toda essa ideia de que o brasileiro não precisa de muito pra ser feliz, que é um povo simples e humilde é justamente o que eu imagino que as classes superiores querem que pensemos. Querem que não tenhamos noção do quão perdidos estamos, do que poderíamos ser, e de como sempre seremos.

Outra coisa que me causa muita tristeza é a forma como nós, pessoas de classe média-baixa somos tratados. Somos humilhados em rede nacional por esses programas nojentos de TV aberta, somos zombados por esses políticos que nos roubam na cara dura, somos pisoteados por esses empresários que nos sujeitam a abusos indescritíveis, mas se revidarmos os ataques de forma minimamente humana, boa sorte tentando manter o emprego, crescer na empresa ou encontrar outro depois da demissão. Eles colocam uma arma nas nossas cabeças, fazem o que quiserem com a gente, e nós não temos nenhuma escolha senão perseguir cegamente o Real que já não tem mais valor nenhum. Esperam que sejamos uma máquina, esquecem que somos humanos com sonhos, sentimentos e, principalmente, alma, coisa que eles não têm.

E por falar em sonho, boa sorte tentando materializar qualquer um deles. "Você quer ser um escritor? Quer ser um ator? Quer ser um médico? Hahaha, acorda pra vida, você vai no máximo ter um emprego mundano pro resto da sua vida, odiando cada segundo, sem nenhuma perspectiva de mudança ou crescimento". Você tem vergonha de falar pras pessoas o que você quer fazer, muitas vezes te zombam, pensam que você é um iludido ou até louco.

Enfim, desculpa pela negatividade, eu realmente não me sinto bem nesses últimos dias e precisava desabafar. Eis aqui a minha pergunta: existe algum país onde você tenha uma chance de viver uma vida minimamente digna? As vezes eu sinto que esses problemas fazem parte do mundo como um todo...

TLDR: Esse país não funciona, não respeita sua humanidade, sua dignidade, ele te odeia.
submitted by softoandweto to brasil [link] [comments]


2020.09.19 17:06 drunkergrl Nao estou conseguindo conciliar trabalho com faculdade e ainda sinto falta de uma pessoa que foi embora e que eu ainda amo bastante.

Arrumei um trampo de 8 as 14h. Faço duas graduações e estudo (tento) pra concurso além de fazer meus exercícios físicos em casa no final do dia. Hoje coloquei como meta acabar com o conteúdo semanal da faculdade particular ja que é mais simples e curto por ser tecnólogo mas além de eu estar com uma dor fodida no ombro, to morrendo de sono.
Tive um sonho esquisito ontem ou hoje. Eu sonhei que alguém me beijava e a pessoa não me era estranha mas eu meio que não curti muito o beijo por ter sido "roubado". Lembro que fiquei de cara feia mas internamente eu sentia tipo um alívio, não sei explicar. Não lembro do rosto da pessoa mas sinto que não me era totalmente estranho. Estávamos num lugar que parecia um ônibus ou uma sala de aula estilo vintage. Foi um sonho bem diferente.
Estou quase dormindo enquanto dígito isso aqui. Enfim, vou tentar estudar.
submitted by drunkergrl to desabafos [link] [comments]


2020.09.19 13:05 EddieCrispo18 Tamanho do pênis / Insatisfação [H25]

Não me sinto satisfeito com o tamanho do meu pênis.
Mesmo minhas parceiras nunca terem reclamado (pelo menos nunca fiquei sabendo rs) fico com a auto estima baixa quando penso se elas não acham nada demais na hora da penetração.
Nunca se impressionam quando vê ele, e até onde sei isso significa que não interessou muito, tipo, méh.
Aí eu já penso que comparado aos parceiros/namorados anteriores, sempre sou o menor. E que não vão se sentir tão 'preenchidas' como antes.
Já perguntei uma vez o que uma parceira achava do meu pau, disse que achava grande, mas como gostava muito de mim tenho certeza que dizia isso pra não me magoar (além do mais, quem falaria na cara que é pequeno né rs). E tipo, ouvir 'não acho pequeno' também é muito diferente de ouvir que seu pau é grande ou ouvir que é um dos maiores que já viu, etc.. Muitas coisas davam a entender que os anteriores dela eram maiores, e isso me chateia e muito porquê ela já viu que está com algo pior e vai ter que se contentar com isso se quiser continuar comigo. Talvez ainda desejando/lembrando como era diferente e melhor com o ex.
Mesma coisa de alguma menina perguntar se acha ela bonita/gostosa e responder 'não acho vc feia'.
Acharia legal ouvir elogios, porque gosto de elogiar muito. Não queria que ficassem comigo só porque me acham um cara legal, mas também porque sentem tesão comigo e gostem do meu pau. Tipo, não quero que fiquem por piedade nem por dó.
As meninas, vocês já foram questionadas sobre o tamanho de algum parceiro? Vocês mentem para não magoar? Se seu parceiro anterior era maior, sentem que a sensação é diferente/menos preenchida? Ou até mesmo só o visual já dá menos prazer de olhar um pequeno vs um grande?
As vezes me sinto menos masculino por causa disso (sei que é errado, que não tem nada a ver). Já pensei em nunca ficar com ninguém por causa disso.
Sinto medo de alguma espalhar sobre meu tamanho e vire piada depois (acho que não saberia lidar com uma situação dessas).
As meninas, vocês costumam falar com amigas sobre tamanho de algum cara que vocês estão realmente gostando? (Sobre sexo casual creio que sim né).
Aos homens, como lidam com essa situação? Não digo a respeito de compensar nas outras coisas, isso é óbvio, na verdade independentemente do tamanho tem que ser tudo muito bem feito.
Queria me sentir satisfeito e seguro com meu tamanho, o que posso fazer para melhorar nessa questão?
*Assisto porn desde os 10 anos; perdi a virgindade beem tarde; tive pouquíssimas parceiras até hoje.
**Se fosse pra escolher prefiria que elas sentissem 100% de prazer e eu 0% do que 50%/50% ou 0%/100%. Se fosse pra escolher prefiria que elas sempre gozassem e eu nunca gozesse. (Sim, o sexo tem que ser ótimo para os dois, óbvio, estou dizendo que se fosse pra escolher, sempre preferiria proporcionar do que receber.. me sentiria bem melhor).
***Se financeiramente fosse alcançável pra mim fazer bioplastia com ácido hialurônico/células de gordura, faria sem pensar 2x.
****Caso alguém quiser fotos/vídeos para analisar DE VERDADE o que acham do tamanho, me mandem mensagem privada. Ficaria agradecido em saber opiniões VERDADEIRAS sobre o meu tamanho, me ajudaria mesmo. Até pra saber se não exagero sobre tudo isso que disse acima.
submitted by EddieCrispo18 to sexualidade [link] [comments]


2020.09.18 19:48 Xavier7771 mc poze treinador

Po, tá maluco. Com todo respeito, rapaziada. Com todo respeito, legal. Não vou ficar nessa daí não, não vou ficar nessa daí não porque se eu ficar nessa eu vou ter que fazer vídeo quase todos os jogos. Porque se nós ficarmos com esse filho da puta desse arrombado desse treinador aí nós vamos ficar passando essa vergonha que nós tá passando aí. E ai, ô Marcos Braz! O próximo vídeo vai ser diretamente pra tu, valeu? Pra tu se ligar na tua responsa, e mandar esse cara embora logo, oh arrombado. E vir um treinador afiado, mermão. Qual foi?
Como é que nós vai tomar de 5? Nós bebe é whisky, nós não bebe suco Del Valle filha da puta. Vai tomar no cu, porra. Acorda caralho. Não fode, porra. Como é que nós vai tomar de 5, porra, dos cara mermão, vai pro caralho
submitted by Xavier7771 to Copicola [link] [comments]


2020.09.18 19:45 Revelations22_7 Aceita troca?

Não sei se você já vendeu alguma coisa no mercado livre.
Uma das atitudes mais chatas que existe é você ter que escrever em letras garrafais em caixa alta: NÃO ACEITO TROCAS.
Advinha?
O sujeito não lê o anúncio e pergunta de cara: aceita troca?
Pô, gente que faz isso acha que a pessoa que está vendendo um item é desocupada ou muitas vezes obrigada a dar atenção! Tenho conta no mercado livre a 18 anos e cada vez mais piora esse tipo de comportamento.
Edit: outro comportamento chato pra cacete é achar que o vendedor é obrigado a fazer o mesmo preço dos Estados Unidos, que aqui não existem impostos de importação, que o mercado livre não cobra nada para estar ali (é só 18% para dar parcelamento sem juros) baixinha a comissão né?
Só acredito que cada um tem o direito de fazer a oferta que quiser mas ficar discutindo com cara chato, já respondo assim: pegue um avião e vá lá buscar. Ou, minta na invoice como muita gente que não cumpre as leis fazem ou vá tomar no... coisa chata!!!
submitted by Revelations22_7 to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 19:01 HappyPressure8291 Razão ???

Então, recentemente eu e meu namorado temos desgastado bastante a relação com discussões relacionadas a insegurança, paranoia e etc. E penso que por agir muito pelo emocional, eu acabo sendo a mais imatura da discussão, não é fácil lidar com isso, pois essa imaturidade atinge muito mais a minha pessoa, visto que ele super compreende eu estar sendo emotiva e achar que não aconteceu nada de mais. Um exemplo bem prático disso é o fato de ontem termos discutido e ele foi dormir tranquilo e falando que me ama mesmo eu super brava e pedindo pra ele tirar a foto de perfil e aceitar que vamos terminar por que não tem muito o que se fazer, enquanto que fiquei a madrugada toda pensando em muita coisa e fazendo testes de insegurança, de saber se o parceiro é traíra. Bom depois de tudo que eu disse acima, já devem imaginar quem é o mais inseguro da relação, ah também sou a paranoica(óbvio) e sou para a surpresa de quase ninguém. Muito ciumenta, e foi por esse motivo em especifico que brigamos, eu não consigo ver esperanças na minha evolução, e sinceramente, o que era um ciúme normal é que tá evoluindo pra outras coisas piores(possessão e etc. ), talvez por que tenho andado mais emotiva que antes nessa pandemia(no qual muita coisa ruim tem acontecido na minha casa) não sei... Mas fiz essa postagem por que estou muito indecisa racionalmente sobre uma questão. Uma amiga nova chegou na área, que na verdade já era colega a algum tempo, mas só agora que essa amiga terminou o namoro eles conversam com certa frequência e bastante intensidade(fotos, memes, vídeos, fofoca, conversa sobre a vida), incluindo muito esforço da parte dela para manter a amizade com ele. Engraçado é que acabei me envolvendo com ela também, ela é uma ótima pessoa, mas mesmo assim me sinto muito insegura, sei que ela tem outras pessoas na vida dela, mas não entendo a insistência em ser nossa amiga, pois nem parece que ela gosta mesmo de mim, e o meu emocional com certeza afirma que ficaria muito feliz com o termino da amizade entre eles. Mas racionalmente sei que isso é muito abusivo, eu controlar algo que eu nem deveria. Mas para frisar minha insegurança, tenho que dizer que me assusta muito quando ela diz coisas como ''eu me apoio na amizade com um cara e acabo gostando dele, sempre fiz assim, supri minha carência com outros caras'' isso é ameaçador pra mim sabe?... Eu só consigo imaginar nela vendo o quanto meu namorado é um cara bacana e acabar gostando dele e tende real motivo para não gostar de mim e só me manter por perto por falsidade sabe?. O que aconteceu com ela no termino do namoro não desejo a ninguém, ela ainda tá muito confusa, e eu queria que ela não se sentisse assim e de certa forma culpada, então no começo até apoiei bastante a amizade dos dois, falava pra ele perguntar se ela tá bem, tentar distrair ela... me arrependo disso, eu não devia ter responsabilizado ele por algo que eu mesma poderia ter feito por ela. Mas eu queria que ela se sentisse acolhida por nos 2, e acho que é assim que ela se sente agora, mas não posso negar que ainda vejo como ameaça, não sei, talvez ela tenha mudado o suficiente para não ficar mais querendo depender emocionalmente de alguém assim... mas vai saber? isso nem é algo tão ruim quando esse alguém tá disposto a te ajudar de verdade a se sentir segura e tals. Foda é que eu não consigo estudar, pensando que vou passar muito tempo fora e que ele vai tá tão envolvido com ela, por que coincidentemente ele tava no seu intervalo de estudos, e acabou compartilhando opiniões parecidas com ela e etc... sla... muita paranoia pra descrever aqui, mas eu realmente não sinto que estou pronta pra aceitar essa amizade. Ele e ela, que eu conheço bem, combinam mais do que eu e ela ou eu e ele(ele é mais amigo dela). No jeitinho de ser, de acreditar nas pessoas, pensar o melhor delas kk. Eu não sou assim vey... já sofri demais com as pessoas pra isso, inclusive da parte desse namorado, coisas parcialmente superadas, mas que a gente ignora, e que, desde que não aconteça de novo, da pra manter a relação. Resumindo, essa gama de defeitinhos meus, me fazem ter certeza de que eu só tenho algumas poucas soluções racionais pra isso tudo, vou listar 3: 1- Continuar próximo dos dois(por que longe eu já não consigo aceitar gst dos 2, n qro parecer um monstro, só sou humana sabe: imperfeita, cheia de problema, depressiva, ansiosa, to carente e etc kkk) e me esforçar(mesmo que doa muito) pra acreditar(mesmo que seja difícil demais) que eles só serão amigos mesmo; 2- terminar o namoro e desejar muita felicidade pra ambos que foram meio que motivo do termino, juntos ou não e 3- fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve(gosto que ele tenha amigos, isso faz ele feliz), até que eu pense melhor sobre tudo, sem que eu precise me distanciar dele que é a pessoa que eu mais amo, alias a distância entre ela e eu nem é uma opção, mas pode ser sim consequência, só que de fato eu até gosto de compreender o significado que ela tem na vida das pessoas ao redor dela e vejo isso conversando com ela, o que é bom, já que meu namorado é um pouco sonso ao me dizer o que ele acha que ela significa pra ele, ele diz: ''não sinto nada'' mas até eu não consigo dizer isso aí. Sinto compaixão por ela, carisma da parte dela, simpatia e etc. Mas vale lembrar que tenho um pouquinho de medo, por que acho ela muito melhor que eu, só por ter essa essência e ela auto afirmar as vezes que consegue conquistar qualquer um com boa conversa, é mais ameaçador ainda, e pode ser bobo mas por mais que no começo eu achava fofo agora comentar ''que casal fofo'' e coisas similares a ''meu casal''(Vitão 2018), me causa pavor, kkkk brincadeirinha kkk. Raiva tenho também, mas só dele mesmo, por ser sonso a ponto de dizer também ''que tal nos usar essa metadinha de 3 com ela?''. AFF do nada, num momento nosso qnd estamos vendo fotos juntos e umas metadinhas DE CASAL pra usarmos. Na verdade, se eu não fosse tão insegura até que seria uma boa ideia, mas qualé, ele sabe como sou... acho que me desrespeitou nesse sentido, de ver que eu tava me esforçando pra não falar dela, pq sempre acabo desgastando muito a relação cm muita paranoia, e ele ir e falar dela, me deixa pensativa e séria de novo, pra compensar ele concordou com essa terceira opção minha ''3 fazer que ele se distancie dela por tempo indeterminado, mas se possível bem breve''. Que sinceramente seria a que mais me deixaria feliz, e aí gente, acham que se eu repensar, consigo equilibrar melhor a razão e a emoção? e talvez ache uma opção mais sensata do que essa última. Acham que estou sendo ciumenta em excesso? e que eu devo me responsabilizar sozinha(msm ele sendo um fator pra minha insegurança) por isso, não terminando mas dando um jeito. ME AJUDEM! EU QUERO SER UMA BOA PESSOA, sem isso eu não me sinto mais nada nesse mundo e posso querer acabar com tudo logo(eu sei que preciso de terapia), por que só vejo sentido naquilo que tem sentimento e minha vida se resume muito a ser boa pra ele, alguns amigos e pro meu doguinho que ele prometeu cuidar caso algo aconteça comigo. :) ''Por que não vou ao psicólogo? bom, não tenho grana, simples. Desde já agradeço a pessoa que ler esse texto enorme, tentei ser bem objetiva e clara sobre tudo, espero que tenham compreendido.
submitted by HappyPressure8291 to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 07:41 futebolstats A Carreira de Christian Pulisic em Números

Quando cita-se um dos melhores jogadores norte-americanos em destaque no futebol europeu, o nome de Christian Pulisic que atualmente joga pelo Chelsea da Inglaterra e que também joga pela seleção dos Estados Unidos, deve ser levado em conta.
Christian Mate Pulisic nasceu em 18/09/1998 em Hershey, município do estado da Pensilvânia, Estados Unidos. Antes de atuar pelo Chelsea, ele jogou pelo Borussia Dortmund da Alemanha. Porém, o que mais se sabe sobre Pulisic? Quais feitos ele atingiu até aqui? Até onde ele ainda pode chegar?

Juvenil

Apesar de ter nascido em Hershey, Pensilvânia, onde passou a maior parte da sua infância. Kelley e Mark Pulisic – pais de Christian Pulisic – jogavam futebol pela universidade de George Mason. Além disso, o pai de Pulisic também jogou futebol de salão profissional no Harrisburg Heat na década de 1990 e, posteriormente, tornou-se treinador em níveis juvenil e profissional.
Aos 7 anos de idade, Pulisic e a família mudaram-se para a Inglaterra, onde viveram por 1 ano. Quando esteve na Inglaterra, Pulisic jogou pela equipe juvenil do Brackley Town. No ano seguinte, a família Pulisic voltou para os Estados Unidos e assim sendo, o pai de Christian se tornou técnico de um clube de futebol de salão, o Detroit Ignition. Enquanto isso, Christian Pulisic passou a viver em Michigan e com isso, jogou pelo Michigan Rush.
Depois disso, a família voltou para a cidade de Hershey e assim sendo, Pulisic cresceu jogando pelo PA Classics clube local da Academia de Desenvolvimento de Futebol dos EUA (Estados Unidos), e ocasionalmente treinando com o clube profissional local Harrisburg City Islanders, agora conhecido como Penn FC, durante a sua adolescência.

A Carreira de Christian Pulisic em Números

Borussia Dortmund

Categorias de Base

O avô de Pulisic, Mate Pulišić, nasceu na Croácia, na ilha de Olib e assim sendo, Christian se fez valer disso para solicitar a cidadania croata depois de se mudar para a Alemanha, a fim de evitar a necessidade de obter um visto de trabalho alemão.
Em fevereiro de 2015, o Borussia Dortmund – equipe que joga a Bundesliga (1ª divisão do futebol alemão) – contratou Pulisic que tinha apenas 16 anos nessa época, e o clube o designou primeiro para a equipe sub-17 e, no verão do mesmo ano – entre os meses de junho e setembro – o designou para a equipe sub-19. Depois de marcar 10 gols e prover 8 assistências em apenas 15 jogos pelas equipes sub-17 e sub-19 do Borussia Dortmund, Pulisic foi integrado a equipe principal do clube auri-negro após a pausa de inverno da temporada 2015-16.

2015-16

Em janeiro de 2016, enquanto estava treinando com a equipe principal do Borussia Dortmund nas férias de inverno, Pulisic jogou o segundo tempo de 2 amistosos, marcando 1 tento em uma partida e dando passe para gol na outra.
Em 24 de janeiro de 2016, um dia depois de “estrear no banco” do time principal do clube auri-negro, Pulisic jogou os 90 minutos de um amistoso contra o Union Berlim e além disso, fez 1 gol e proveu assistência para um gol.
Em 30/01/2016, em jogo da 19ª rodada da Bundesliga, Thomas Tuchel promoveu a estreia do norte-americano quando o colocou em campo aos 23 minutos da segunda etapa no lugar de Adrián Ramos. Quanto ao jogo, a equipe de Dortmund venceu o Ingolstadt por 2-0.
Em 18/02/2016, no primeiro confronto contra o Porto de Portugal na fase de 16 avos da UEFA Europa League, Pulisic fez a sua estreia em um torneio continental ao substituir Marco Reus aos 42 minutos da segunda etapa. Quanto ao resultado da partida, vitória do Borussia Dortmund por 2-0 no Signal Iduna Park, em Dortmund na Alemanha. Três dias depois, dessa vez em jogo válido pela 22ª rodada do Campeonato Alemão, Pulisic jogou pela primeira vez como titular antes de ser substituído logo após o intervalo de um jogo no qual a equipe auri-negra venceu o Bayer Leverkusen em plena BayArena por 1-0.
Em 10/04/2016, em jogo da 29ª rodada da Bundesliga, pela segunda vez desde que subiu para o time principal do Borussia Dortmund, o norte-americano iniciou entre os titulares no Rieverderby – clássico entre Borussia Dortmund e Schalke 04 -, ficando em campo até os 28 minutos do segundo tempo, quando foi substituído por İlkay Gündoğan. Quanto ao resultado da partida, empate em 2-2.
Em resposta à atuação de Pulisic contra o Schalke, Thomas Tuchel deu a seguinte declaração: _“Ele é um adolescente e em seu primeiro ano de futebol profissional. Os seus 2 primeiros jogos entre os titulares foram em Leverkusen e aqui hoje em Gelsenkirchen – não é a tarefa mais fácil. Isso mostra a nossa enorme gratidão em vê-lo como jogador em tempo integral em nosso time. Ele foi um valioso substituto contra o Werder Bremen e contra o Liverpool da Inglaterra. Ele parecia muito bem recentemente, o que foi provado hoje. É completamente normal que ele não poderia ter jogado com esse ritmo e essa intensidade por mais de 90 minutos.”_Pulisic marcou o seu primeiro gol como profissional em 17/04/2016 em jogo da 30ª rodada da Bundesliga, ao qual o Borussia Dortmund venceu o Hamburgo por 3-0 e com isso, se tornou o jogador estrangeiro mais jovem a marcar um tento na Bundesliga e além disso, também passou a ser o 4º jogador mais jovem a marcar um gol nessa competição; com apenas 17 anos e 212 dias de idade. Na rodada seguinte do Campeonato Alemão, marcou 1 dos gols do triunfo por 3-0 sobre o Stuttgart fora de casa e com isso, o jovem norte-americano bateu mais um recorde, tornando-se o jogador mais jovem a marcar 2 tentos na Bundesliga. Ainda convém lembrar que na vitória sobre o Stuttgart, ele também recebeu o seu primeiro cartão amarelo como profissional.
Em suma, na sua 1ª temporada como jogador profissional do clube auri-negro, Christian Pulisic disputou 12 partidas e fez 2 gols. Quanto ao Borussia Dortmund, foi o vice-campeão da Bundesliga, terminou em 3º lugar na fase de grupos da Liga dos Campeões e em seguida, chegou até as quartas-de-finais da UEFA Europa League.
PdGmACACVMj na temporada 2015-16
29108101894
Pd* – Partidas disputadas, Gm – Gols marcados, A – Assistências, CA – Cartões amarelos, CV – Cartões vermelhos e Mj – Minutos jogados

2016-17

No primeiro jogo de Pulisic como titular nessa temporada em 14 de setembro de 2016, o camisa 22 da equipe auri-negra deu o passe para Gonzalo Castro marcar o seu único gol na goleada por 6-0 sobre o Legia Varsóvia da Polônia fora de casa e com isso, se tornou o jogador mais jovem da equipe de Dortmund a jogar uma partida de UEFA Champions League (Liga dos Campeões). Três dias depois, em jogo da 3ª rodada da Bundesliga, Pulisic foi escalado entre os titulares novamente e além de marcar o terceiro gol da goleada por 6-0 sobre o Darmstadt, também proveu assistências para 1 dos 2 gols de Gonzalo Castro e para o gol de Emre Mor.
Em 27/09/2016, em partida válida pela 2ª rodada da fase de grupos da UEFA Champions League, o jovem norte-americano de 18 anos entrou em campo aos 28 minutos do segundo tempo no lugar de Ousmane Dembélé e 14 minutos depois, deu o passe para o gol de André Schürrle evitar a derrota do Borussia Dortmund ante o Real Madrid da Espanha no Signal Iduna Park e assim sendo, as duas equipes ficaram no empate (2-2).
Em 22/10/2016, em jogo da 8ª rodada da Bundesliga, Pulisic entrou em campo no lugar de Ju-ho Park logo após o intervalo e além de marcar 1 dos gols da equipe de Dortmund no empate em 3-3 com o Ingolstadt, também contribuiu com assistência para o gol de Adrián Ramos.
Em 23 de janeiro de 2017, Pulisic assinou um novo contrato com o Borussia Dortmund no qual ele estendeu o seu vínculo com o clube até o ano de 2020.
Em 04/03/2017, em jogo da 23ª rodada da Bundesliga, o camisa 22 da equipe auri-negra marcou o quarto gol da goleada por 6-2 sobre o Bayer Leverkusen e além de ter feito 1 gol, deu o passe para Raphäel Guerreiro fazer o dele nessa partida. Quatro dias depois, o jovem norte-americano marcou o seu primeiro tento em um jogo de Liga dos Campeões, ao qual o Borussia Dortmund venceu o Benfica de Portugal no Signal Iduna Park por 4-0 em partida válida pelas oitavas-de-finais desse torneio e além do gol marcado, deu o passe para 1 dos 3 gols de Pierre-Emerick Aubameyang. Como a equipe de Dortmund havia perdido o primeiro confronto fora de casa por 1-0, o time alemão se classificou para a fase seguinte. Posteriormente, o BVB – Borussia Dortmund – foi eliminado pelo Monaco nas quartas-de-finais.
Em 14/03/2017, em confronto válido pelas quartas-de-finais da Copa da Alemanha, Pulisic marcou o seu 5º e último tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Sportfreunde Lotte e com isso, o Borussia Dortmund seguiu adiante nessa competição.
Em 27/05/2017, em partida válida pela final da Copa da Alemanha, o camisa 22 entrou em campo no lugar de Marco Reus após o intervalo e deu o passe para Aubameyang marcar o gol dele no triunfo por 2-1 sobre o Eintracht Frankfurt e com isso, pela 4ª vez na sua história, o BVB se sagrou campeão de uma edição da DFB Pokal (Copa da Alemanha).
Em suma, na sua 2ª temporada no clube auri-negro, Christian Pulisic disputou 43 partidas, fez 5 gols e proveu 13 assistências. Quanto ao Borussia Dortmund, além de se sagrar campeão da Copa da Alemanha, terminou o Campeonato Alemão em 3º lugar e chegou até as quartas de final da Liga dos Campeões.
PdGmACACVMj na temporada 2016-17
43513202323
5 gols dos quais 3 foram pela Bundesliga, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Alemanha

2017-18

Após o fim da temporada 2016-17, Thomas Tuchel deixou o comando do Borussia Dortmund para ser o técnico do Paris Saint-Germain da França e para o lugar de Tuchel, o BVB apostou as suas fichas em Peter Bosz e na estreia do novo treinador em 5 de agosto de 2017, escalou Pulisic entre os titulares e mesmo com o norte-americano não decepcionou e fez 1 dos gols do Borussia Dortmund no empate em 2-2 com o Bayern de Munique na decisão da Supercopa da Alemanha, porém com a persistência desse empate, as duas equipes tiveram de decidir o título nos pênaltis onde o Bayern levou a melhor e venceu por 5-4 e com isso, o Borussia Dortmund teve de se contentar em ser o vice-campeão da Supercopa da Alemanha de 2017.
Em 19/08/2017, o Borussia Dortmund estreou nessa edição da Bundesliga com uma vitória por 3-0 sobre o Wolfsburg em plena Arena Volkswagen e um dos autores dos 3 gols foi o camisa 22 e além do gol marcado nessa partida, também contribuiu com assistência para o gol de Aubameyang.
Em 20/09/2017, em jogo da 5ª rodada da Bundesliga, o jovem norte-americano de 19 anos recém-completados marcou o seu 3º tento nessa temporada na vitória por 3-0 sobre o Hamburgo fora de casa.
Após a derrota por 2-1 ante o Werder Bremen em pleno Signal Iduna Park, chegou-se a um consenso no clube que Peter Bosz não devia permanecer no comando e com a sua saída, em 10/12/2017, Peter Stöger foi anunciado como o novo treinador do Borussia Dortmund.
Em 16/12/2017, em partida válida pela 17ª rodada do Campeonato Alemão, Pulisic marcou o segundo gol da vitória por 2-1 sobre o Hoffenheim.
Em 8 de abril de 2018, em jogo da 29ª rodada da Bundesliga, o jovem norte-americano marcou o seu 5º e último tento nessa temporada no triunfo por 3-0 sobre o Stuttgart.
Em suma, na sua 3ª temporada com a camisa do BVB, Christian Pulisic disputou 42 jogos, fez 5 gols e proveu 7 assistências. Quanto ao Borussia Dortmund, além de ser o vice-campeão da Supercopa da Alemanha de 2017, terminou o Campeonato Alemão em 4º lugar, chegou até as oitavas de final da Copa da Alemanha, terminou em 3º lugar na fase de grupos da UEFA Champions League e posteriormente, foi eliminado nas oitavas de final da UEFA Europa League.
PdGmACACVMj na temporada 2017-18
4257103038
5 gols dos quais 4 foram pela Bundesliga e 1 pela Supercopa da Alemanha

2018-19

Após o término da temporada 2017-18, Peter Stöger deixou o comando dos Schwarzgelben – Borussia Dortmund – e para o seu lugar, o clube resolveu apostar as suas fichas em Lucien Favre e sob o comando do novo treinador, em 26 de agosto de 2018, na estreia do Borussia Dortmund na Bundesliga 2018-19, Pulisic iniciou a partida entre os titulares. Quanto ao resultado do jogo, vitória por 4-1 sobre o RB Leipzig.
Em 18/09/2018, na estreia do Borussia Dortmund na fase de grupos da UEFA Champions League 2018-19, o camisa 22 celebrou o seu 20º aniversário marcando o único gol da vitória sobre o Club Brugge da Bélgica fora de casa. Quatro dias depois, mas desta vez em partida válida pela 4ª rodada da Bundesliga, o jovem norte-americano marcou o gol da equipe de Dortmund no empate em 1-1 com o Hoffenheim fora de casa.
Após o gol diante do Hoffenheim na 4ª rodada do Campeonato Alemão, Pulisic só voltou a balançar as redes em 31/10/2018 na vitória por 3-2 na prorrogação sobre o Union Berlin na 2ª fase da Copa da Alemanha.
Devido à preferência de Favre por Jadon Sancho, o camisa 22 passou a ficar mais no banco, apesar de ter sido o titular do time em 5 partidas do time na Liga dos Campeões e assim sendo, começou a circular rumores na mídia de que Pulisic queria se transferir para um outro clube e ainda é importante lembrar que o próprio jogador norte-americano expressou publicamente o seu desejo de “jogar em um clube da Premier League (Campeonato Inglês)”.
No início do mês de janeiro de 2019, o Chelsea da Inglaterra fez uma oferta de 64 milhões de euros (o equivalente a 288,3 milhões de reais) por ele e adquiriu os direitos de transferência do jovem jogador norte-americano, que permaneceu até o final da temporada emprestado ao time do Borussia Dortmund.
Em 4 de maio de 2019, em jogo da 32ª rodada da Bundesliga, o camisa 22 da equipe de Dortmund jogou como titular e marcou o primeiro gol do seu time no empate em 2-2 com o Werder Bremen fora de casa. Na rodada seguinte, em 11/05/2019, o norte-americano marcou o seu último tento com a camisa do Borussia Dortmund na vitória por 3-2 sobre o Fortuna Dusseldörf no Signal Iduna Park.
Em suma, na sua última temporada com a camisa do clube auri-negro, Christian Pulisic disputou 30 partidas, fez 7 gols e proveu 6 assistências. Quanto ao Borussia Dortmund, foi o vice-campeão da Bundesliga 2018-19 e chegou até as oitavas-de-finais da Copa da Alemanha e da UEFA Champions League.
PdGmACACVMj na temporada 2018-19
3076201701
7 gols dos quais 4 foram pela Bundesliga, 2 pela Copa da Alemanha e 1 pela UEFA Champions League
Títulos que conquistou no Borussia Dortmund - Copa da Alemanha2016-17
- O vídeo abaixo mostra todos os gols que Pulisic marcou com a camisa do Borussia Dortmund - Este vídeo foi publicado no YouTube há 4 meses atrás por CDNC22

Chelsea

2019-20

Christian Pulisic sendo apresentado como o mais novo reforço do ChelseaEm 2 de janeiro de 2019, Pulisic assinou com o Chelsea da Inglaterra por uma taxa de 64 milhões de euros, em um acordo que o levou a ficar no Borussia Dortmund até o fim da temporada 2018-19. Essa transferência fez de Pulisic o jogador estadunidense mais caro e além disso, a segunda venda mais cara de todos os tempos do clube alemão, atrás apenas de Ousmane Dembélé. Após a sua chegada em julho desse ano (2019), ele falou de seu desejo de repetir as atuações de Eden Hazard e descreveu o atacante belga como um ídolo do futebol. Ainda convém lembrar que Pulisic “abriu mão das férias” após o término da temporada para impressionar Frank Lampard, o atual treinador dos Blues (Chelsea).
Em 11/08/2019, na estreia do Chelsea na atual edição da Premier League, Lampard colocou o norte-americano em campo aos 13 minutos do segundo tempo no lugar de Ross Barkley, mas mesmo com esta e mais outras alterações, os Blues estrearam com uma derrota por 4-0 ante o Manchester United no Old Trafford (estádio do Manchester United). Três dias depois, o Chelsea decidiu o título da Supercopa da UEFA de 2019 contra o Liverpool e diferentemente do jogo anterior, desta vez Pulisic iniciou entre os titulares e deu o passe para Olivier Giroud marcar o primeiro gol dos Blues no empate em 2-2 com os Reds (Liverpool) e com a persistência do empate, o campeão foi conhecido nos pênaltis; vitória dos Reds por 5-4 na disputa por pênaltis.
Pela 10ª rodada do Campeonato Inglês, em 26/10/2019, Pulisic marcou seus primeiros gols com a camisa do Chelsea na vitória por 4-2 sobre o Burnley. O hat-trick – ocorre quando um jogador faz 3 ou mais gols numa mesma partida – foi o primeiro de sua carreira e ele se tornou o segundo jogador estadunidense a conquistar este feito na Premier League depois de Clint Dempsey pelo Fulham em 2012, além disso, também se tornou o jogador mais jovem dos Blues a marcar um hat-trick. Ele também se tornou o primeiro jogador do Chelsea a marcar 3 gols numa partida desde Didier Drogba em 2010. Pulisic marcou gols nas duas rodadas seguintes da Premier League, uma vitória por 2-1 fora de casa contra o Watford e uma vitória por 2-0 no Stamford Bridge sobre o Crystal Palace.
Em 27/11/2019, em partida válida pela 5ª rodada da fase de grupos da Champions League, o estadunidense marcou seu primeiro tento pelo clube nesse torneio no empate em 2-2 com o Valencia da Espanha fora de casa.
Após a 29ª rodada da Premier League, em 8 de março de 2020, devido à pandemia do COVID-19 (Novo Coronavírus), o Campeonato Inglês e a maioria dos campeonatos ao redor do mundo foram paralisados e já recuperado de uma lesão que sofrerá no mês de janeiro, em 21/06/2020, em jogo da 30ª rodada da Premier League, Pulisic entrou em campo aos 10 minutos da segunda etapa no lugar de Ruben Loftus-Cheek e 5 minutos depois, fez o primeiro gol da vitória por 2-1 sobre o Aston Villa. Na rodada seguinte do campeonato nacional, o camisa 22 dos Blues – Pulisic – marcou o primeiro gol da vitória por 2-1 sobre o Manchester City, um resultado que acabou de uma vez por todas com as chances do City na disputa pelo título e confirmou o Liverpool como campeão da Premier League.
Em 01/08/2020, em confronto válido pela final da Copa da Inglaterra, Pulisic inaugurou o placar do jogo, no entanto o Chelsea levou a virada e perdeu por 2-1 para o Arsenal. Apesar de ter se tornado o primeiro jogador estadunidense a marcar na final da competição, mas foi substituído no início do segundo tempo após sofrer uma lesão no tendão.
Em agosto de 2020, Pulisic foi nomeado para a lista de 8 jogadores para o Prêmio de Jogador Jovem da Temporada inaugural da Premier League, que acabou sendo concedido a Trent Alexander-Arnold do Liverpool.
Em suma, na sua 1ª temporada na Inglaterra, Christian Pulisic disputou 34 jogos, fez 11 gols e proveu 10 assistências. Quanto ao Chelsea, além de ter sido vice-campeão da Supercopa da UEFA e da Copa da Inglaterra, terminou em 4º lugar no Campeonato Inglês e foi eliminado nas oitavas-de-finais da UEFA Champions League e da Copa da Liga Inglesa.
PdGmACACVMj na temporada 2019-20
341110002348
11 gols dos quais 9 foram pela Premier League, 1 pela UEFA Champions League e 1 pela Copa da Inglaterra

Números de Pulisic na Seleção Norte-Americana

Estados Unidos

Seleções de Base

Assim como muitos outros grandes jogadores, Pulisic também atuou pelas seleções de base do seu país, no caso jogou pelas seleções sub-15 e sub-17 dos Estados Unidos. Ainda é importante mencionar que ele foi o capitão da seleção norte-americana na Copa do Mundo FIFA Sub-17 de 2015 no Chile, onde marcou 1 tento e proveu uma assistência em 3 jogos. Pulisic fez 20 gols em 34 jogos pela seleção sub-17 dos Estados Unidos durante o seu ciclo de 2 anos com o time.

Seleção Principal

Em 27 de março de 2016, Pulisic foi convocado pelo técnico Jürgen Klinsmann para um jogo de Eliminatória da Copa do Mundo FIFA de 2018 contra a Guatemala. Dois dias depois – em 29/03/2018 -, ele fez a sua estreia na seleção principal dos Estados Unidos em uma partida na qual os EUA venceram a Guatemala por 4-0 no Mapfre Stadium, em Columbus, Ohio. Pulisic entrou em campo aos 36 minutos da segunda etapa no lugar de Graham Zusi. Ainda convém lembrar que Christian Pulisic se tornou o americano mais jovem a jogar uma partida de Eliminatória de Copa do Mundo, mas antes disso, também era elegível para jogar pela seleção da Croácia, mas se recusou a fazê-lo.

Copa América Centenário 2016

Em 21/05/2016, Klinsmann anunciou a lista dos 23 jogadores que iriam disputar a Copa América Centenário e o nome de Pulisic estava nessa lista e uma semana depois – em 29/05/2016 -, em um amistoso contra a Bolívia, ele se tornou o jogador mais jovem a marcar um tento pela seleção estadunidense; entrou em campo aos 18 minutos da segunda etapa no lugar de Gyasi Zardes e 6 minutos depois, marcou o 4º e último gols dos Estados Unidos na goleada por 4-0 sobre a seleção boliviana.
Em 04/06/2016, o Estados Unidos estreou na fase de grupos dessa edição comemorativa da Copa América com uma derrota por 2-0 ante a Colômbia. Pulisic jogou os últimos 25 minutos dessa partida. Na rodada seguinte, Pulisic viu do banco a seleção estadunidense vencer a Costa Rica por 4-0 e por fim, ele viu do banco novamente o Estados Unidos vencer o Paraguai por 1-0 e com isso, os norte-americanos se classificaram para a fase de mata-mata da Copa América Centenário 2016.
Nas quartas-de-finais, o Estados Unidos enfrentou o Equador e venceu por 2-1 sem Pulisic. Na fase seguinte – semifinal -, a seleção estadunidense enfrentou a Argentina e mesmo substituindo Chris Wondolowski logo após o intervalo, a joia do Borussia Dortmund nada pôde fazer e com isso, os Estados Unidos perderam por 4-0 e com isso, teve de se contentar com a disputa do 3º lugar da Copa América Centenário 2016.
Na disputa do 3º lugar, o Estados Unidos enfrentou a Colômbia e perdeu por 1-0. Pulisic jogou os últimos 16 minutos dessa partida. Além disso, esta foi a última vez que Klinsmann comando a seleção norte-americana e com a sua saída, quem assumiu o comando dessa seleção foi Bruce Arena.
PdGmACACVMj
3000085

Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018

Em 02/09/2016, em um jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, Pulisic marcou 2 gols na goleada por 6-0 sobre São Vicente e Granadinas e além dos 2 tentos, deu o passe para o gol de Sacha Kljestan e com isso, Pulisic se tornou o jogador mais jovem a fazer um gol com a camisa da seleção norte-americana em uma partida das Eliminatórias de Copa do Mundo. No jogo seguinte diante de Trinidad e Tobago, Klinsmann escalou Pulisic entre os titulares e assim sendo, o jovem jogador do Borussia Dortmund se tornou o norte-americano mais jovem a ser escalado como titular em uma partida das Eliminatórias da Copa do Mundo. Quanto ao resultado desse jogo, goleada por 4-0 sobre a seleção trinitária.
Em 25 de março de 2017, em mais um jogo das Eliminatórias da Copa do Mundo FIFA de 2018, Pulisic teve uma grande atuação na goleada por 6-0 sobre o Honduras, ao qual marcou 1 tento e proveu assistências para o gol de Sebastian Lletget e para 2 dos 3 gols de Clint Dempsey nessa partida.
Em 08/06/2017, em outro jogo válido pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, Pulisic marcou os gols do triunfo por 2-0 sobre Trinidad e Tobago. Posteriormente, a seleção dos Estados Unidos disputou a Copa Ouro de 2017 e mesmo sem Christian Pulisic que estava se recuperando de uma lesão, foi a campeã desse torneio ao bater a Jamaica por 2-1 na final em 27/07/2017. Ainda convém lembrar que mesmo com a conquista do título, Bruce Arena não continuou no cargo de treinador da seleção estadunidense e a “bola da vez” era Dave Sarachan.
Nas duas últimas partidas do hexagonal final que é a última fase das Eliminatórias da Copa do Mundo da CONCACAF – Confederação de futebol responsável pelas seleções da América Central e da América do Norte -, Pulisic marcou 2 gols em cada jogo; gol e assistência na goleada por 4-0 sobre Panamá e o único gol dos Estados Unidos na derrota por 2-1 ante Trinidad e Tobago. Apesar de ter sido o artilheiro do Hexagonal Final, não houve o que comemorar, pois a seleção norte-americana terminou em 5º lugar e com isso, estava fora da Copa do Mundo FIFA de 2018 na Rússia.

Copa Ouro 2019

Em 20 de novembro de 2018, em um amistoso contra a Itália, pela primeira vez desde que passou a atuar pela seleção estadunidense, Pulisic capitaneou o time e apesar da derrota por 1-0 para os italianos, o até então camisa 22 do Borussia Dortmund se tornou o jogador mais jovem a ser o capitão dos Estados Unidos; 20 anos e 63 dias de idade.
A derrota para a seleção italiana causou a demissão de Dave Sarachan e com isso, quem assumiu o comando do time foi Gregg Berhalter e mesmo com a ausência de Pulisic nos amistosos contra Panamá e Costa Rica, a seleção estadunidense venceu os 2 jogos; por 3-0 e 2-0 respectivamente.
Em maio desse ano (2019), Berhalter anunciou a lista final de 23 jogadores convocados para a disputa da Copa Ouro 2019 que realizar-se-ia em 3 países, fase inicial da competição seria sediada na Costa Rica e na Jamaica e posteriormente, os Estados Unidos sediariam a fase final do torneio.
Em 19/06/2019, o Estados Unidos fez a sua estreia nessa edição da Copa Ouro com uma vitória por 4-0 sobre a Guiana. No jogo seguinte, o novo camisa 10 da seleção norte-americana – Christian Pulisic – foi um dos destaques da goleada por 6-0 sobre Trinidad e Tobago ao marcar 1 dos 6 tentos do time e além do gol marcado, proveu assistências para 1 dos 2 gols de Aaron Long e para 1 dos 2 gols de Gyasi Zardes. Por fim, na última rodada da fase de grupos da Copa Ouro 2019, com a vaga para a fase seguinte assegurada, Berhalter optou por descansar alguns atletas, dentre eles, Pulisic que jogou os últimos 25 minutos da vitória por 1-0 sobre o Panamá.
Nas quartas-de-finais, o Estados Unidos enfrentou a seleção de Curação e venceu por 1-0. Pulisic foi o autor da assistência para o gol de Weston McKennie.
Na semifinal, a seleção norte-americana enfrentou a Jamaica e com um doblete – ocorre quando um jogador faz 2 gols numa mesma partida – do camisa 10, venceu a Jamaica por 3-1 e com este triunfo, os Estados Unidos se classificaram para a final da Copa Ouro 2019.
Na final, o Estados Unidos enfrentou o México no Soldier Field, em Chicago e com um gol de Jonathan dos Santos, a Seleção Mexicana venceu a partida e pela 8ª vez, se sagrou campeã de uma edição da Copa Ouro.
PdGmACACVMj
63300447

Liga das Nações da CONCACAF 2019-20

Na estreia dos Estados Unidos na fase de grupos desta competição recém-criada em 12 de outubro de 2019, Pulisic marcou de pênalti o último gol da goleada por 7-0 sobre Cuba. Na rodada seguinte da fase de grupos, o camisa 10 e capitão da Seleção Estadunidense jogou o primeiro tempo e parte do segundo no revés por 2-0 ante o Canadá.
Com um total de 9 pontos somados em 4 partidas – 3 vitórias e uma derrota -, os Estados Unidos terminaram na liderança do grupo A e sendo assim se classificaram para a fase de mata-mata desta competição. Devido à pandemia do Novo Coronavírus, esse torneio está momentaneamente suspenso.
PdGmACACVMj
21000128
- O vídeo abaixo mostra 9 dos 14 gols de Pulisic com a camisa da Seleção Estadunidense - Este vídeo foi publicado no YouTube há 2 anos atrás por US Soccer Hub

TOTAL

PdGmACACVMj
341410002262
Prêmios individuais - 50 jovens promessas do futebol mundial de 2015 - Seleção das revelações da UEFA Champions Leagueem 2016 - 15º melhor jogador sub-21 de 2016 (FourFourTwo) - 4º melhor jovem do ano de 2017 (FourFourTwo)

Considerações Finais

Com base em todos os números apresentados até aqui pode-se concluir que Christian Pulisic é um dos “famosos camisa 10 do futuro”. O seu baixo centro de gravidade permite-lhe driblar em alta velocidade e devido a isso, é capaz de chegar a área para concluir a gol e/ou para deixar os companheiros em condições de fazer gols.
E para vocês? Pulisic irá se adaptar ao Chelsea? Ele será um dos melhores meio-campistas em breve?
O post A Carreira de Christian Pulisic em Números apareceu primeiro em Futebol Stats.
from Futebol Stats https://bit.ly/30QbhX8
via IFTTT
submitted by futebolstats to SiteFutebolStats [link] [comments]


2020.09.18 06:41 saoterpenos Sofri um acidente de moto

Faz menos de um mês eu comprei uma moto, aquelas CG 150 da Honda ano 2012, bastante idade já, mas apenas 35mil km rodados, estava novinha, eu juntei um dinheiro e aceitei um amprestimo de meu pai pra pagar o resto. Achei ótimo negócio até porque é meu primeiro veículo próprio e sinceramente não tenho experiência com moto nem com trânsito.
Ontem eu simplesmente acordei cedo e como não tinha nada melhor pra fazer resolvi andar com essa moto, praticar um pouco. Coloquei a roupa na mochila, dinheiro e um cartão de crédito, fui no posto enchi o tanque e meti o pé na estrada, a meta era ir o mais longe possivel que eu pudesse estar de volta as 19h, mas confesso que ainda estava meio indeciso entao apostei comigo mesmo que se eu visse um gol quadrado imediatamente eu voltaria, apostei certo.
Quase 1h e meia de viagem ja estava a 100km de casa e aquela altura eu ja havia ultrapassado alguns carros que estavam na minha frente e recebi uma estrada vazia, só minha, acelerei, o maximo que pude, a paisagem linda me fazia imaginar sobre viagens para o Chile, Peru, Argentina e até Alaska, eu tava voando e ainda me encolhia pra cortar o vento. Eram 11:52 da manhã, numa curva, a 93hk/h eu passei reto!
"Truuururuururru" (barulho)
Eu derrapando pelo matagal só via o chão passar embaixo da viseira do capacete, seria minha cara e eu estaria comendo mato se não fosse ele.
Moto não sei pra onde foi
Sinceramente nessa hora percebi o quanto tinha sido idiota, eu tinha feito merda.
Meus olhos estavam tortos, eu estava aéreo, quase ficando inconsciente, eu raciocinava com dificuldade se eu ficaria vesgo para sempre. Ao longe ouvi o barulho da moto ainda ligada em marcha lenta e depois o sensor de queda desligou o motor. Torci pra ninguém passar, olha que fdp que eu sou, eu queria ir embora dali somente.
Por sorte continuei com o controle dos meus membros então não tive duvida sobre estar totalmente perfeito, e c o tempo os olhos estavam voltando ao normal, foi quando dois brothers passaram numa Bros, quando eles fizeram a volta tive a sensação de que seria roubado, ja que estava fisicamente debilitado. Felizmente isso não aconteceu, pelo contrário, me deram toda atenção, o cara levantou minha moto e verificou que ela tava funcionando ainda.
Ficamos um tempo conversando, eu ja estava com a mente 100% loaded. Combinei de voltar um pouco e esperar na marcenaria deles que ficava atrás 1km de distância, eu ia chamar o guincho do seguro, liguei a moto e fui até lá, porem n havia ninguém e eu não conseguia sinal no celular. Peguei a moto e fui embora, voltei os 100km com a moto com a frente toda arregaçada, com os braços ralados e o capacete todo sujo de barro. Passei por uma blitz e 2 viaturas e não fui nem sequer abordado, acho que de longe dava pra ver meu estrago.
Resumindo, eu acordei cedo e fui me lascar a 100km de casa, destruí a frente da moto, e ralei meus braços.
De todas as formas me sinto muito feliz por estar vivo, e por não ter perdido a moto. Os ralados nem foram muito arregaçadores, acho que o mato ajudou. Agradeço aos amigos que pararam pra me ajudar, fiquei sabendo por mais um outro motoqueiro que parou que naquela curva ja se acidentaram dois amigos dele e um foi fatal. Durante minha desgraçosa presença naquele local um outro carro quase derrapou também.
Pois é, foi isso, obrigado desabafos por estar aqui.
submitted by saoterpenos to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 04:51 angular-js Consegui um emprego novo mas tô com medo de sair do atual

Eu trabalho em uma ótima empresa mas por motivos de organização do meu time, eu andava insatisfeito a muito tempo. Além de achar que eu ganhava pouco, eu era um cara que curtia fazer as coisas de forma correta mas tinha outros que nem se importavam com isso.
Fui me frustrando com essas coisas e peguei férias pra relaxar. Na última semana de férias recebi um convite de uma empresa no LinkedIn e fiz o desafio de programação deles como quem não quer nada e acabei passando.
Uma das desvantagens, ou talvez medo meu, é por que é PJ, então a gente acaba não tendo aquele velho seguro desemprego mas o salário acaba compensando, por ser o dobro do meu atual. Mas fico com medo de sair dessa empresa que apesar das pessoas, eu tenho o melhor gestor que tive até hoje e me sinto confortável.
Mas eu sei que eu preciso sair e pra isso vou listar as coisas que me incomodavam enquanto eu desabafo pra tentar me convencer que eu deveria enfrentar novos desafios.
  1. O salário é bom mas eu acredito que consigo ganhar mais
  2. Algumas pessoas do meu time não se importam em entregar coisas com uma qualidade acima da média como eu me importo
  3. Tem um cara muito babaca que só por que tem mais tempo de casa acha que é o fodao
  4. Tem dias que eu trabalho muito pouco e isso me incomoda. Eu gosto de trabalhar com a profissão que escolhi!
Acho que só.. que medo.. é difícil quando a gente já se acostuma com as pessoas, com o ambiente, dia a dia mas ao mesmo tempo é bom desabafar pq me lembro das frustrações que eu passava.
Enfim, o que posso dizer é: pesem os prós e contra e tentem sair da zona de conforto. Eu vou tentar!
submitted by angular-js to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 03:55 MEIXXMO Isso ta desnecessariamente longo hein

Vou falar várias coisas sobre mim nesse desabafo, não é nada interessante então é... só avisando.
Porra, 3 vez escrevendo essa merda hein... é realmente difícil escrever sobre si, porque eu quero anotar tudo o que se passa, mas são tantas coisas... sinceramente seria legal se eu parasse de complicar tudo, porque eu sei que sou eu quem está impondo muros e sendo uma merdinha, saca. Mas fazer o que, to na adolescência, e dizem que é uma fase conturbada mesmo, não?
"Por que você é tão estranha?" "Sua depressivazinha" "seus bostinhas" kkkk, ela provavelmente nem se lembra, mas eu fico aqui remoendo isso, e porra, por que que quando eu me sinto triste e choro, eu fico rindo????? VAI SE FODEEEER ISSO E BIZARROOO
Detalhe: desculpem pelas palvras de baixo calão, normalmente sou muito quieta, mas sei lá, eu sou "doente da cabeça" de acordo com ela, né? Kk porra, to fazendo muito drama sobre isso.... eu realmente queria ser calma do jeito que aparento por fora sabe, conseguir silenciar minha mente enquanto ouço lofi ou sei lá, mas fico lembrando das merdas que já fiz e isso me deixa tão, sei lá, é uma mistura de nervosismo com raiva e tristeza e arrependimento sabe, porque tipo, PRA QUE?! Eu SABIA que aquilo era algo extremamente burro, então POR QUE?!
Caara, sabe, foi com uns 11 anos que comecei a me afastar das minhas amigas, essa época foi uma merda. Eu adorava descontar minha raiva na minha pele, e consequentemente acabei usando moletom todos os dias quando ia pra escola~ kkk, minha mãe tinha vergonha de mim, odiava que que eu deixasse minha franja na frente do olho, mas adivinha, eu não deixava, ela que caía por eu sempre estar olhando pra baixo, e eu também acabei ficando cansada de colocar atrás da orelha. E sabe, até hoje isso é bem conveniente, porque quando eu acabo chorando na sala a franja esconde, na maioria das vezes, NA MAIORIA ESSA MERDAAA
A garota que sei la, eu gosto? Nao? Eu realmente não sei, só sei que quero estar com ela, ou sei la, pelo menos saber que ela está bem, as vezes percebe isso. "Você está bem?" Ela diz "sim" e ela sabe que eu minto, mas como? Eu sou tão mal mentirosa assim vey? Uma vez isso aconteceu num amigo secreto que eu deicidi de forma impulsiva ir, e quando vi como todos eram tão próximos, eu chorei... ela foi, perguntou sobre e eu menti, ae ela chamou o professor ;-; poxa, aquele dia me deixou triste, tipo, sei lá, eu fui muito estranha?? Quando ele tirou minha franja da frente e viu minha cara eu me senti humilhada, nao isso, mas tipo, envergonhada sabe? Ahhh sei laaaa
Minha relação com a minha classe não é das melhores, e por minha culpa. Lá todos são muito gentis, e eu acabo afastando todo mundo ao ponto de ja terem falado que sou "macumbeira" ou "satanista", mas sinceramente eu acho que mereço... antes dos 11 anos, quando eu tinha amigas, eu era mentirosa com minhas amigas, sempre exagerando verdades ou contando mentiras absurdas, me sentia superior a todos, disfarçava minha inveja por ódio e sei lá, quando notei isso eu realmente fiquei em choque... tipo, eu era muito amigável com elas e tudo mas quando eu sentia raiva eu acabava descontando nelas, ao ponto de ja ter deixado uma com dor de cabeça por causa da porra de um jogo. Até hoje me amaldiçoo por isso...
Sabe, eu nem duvido que seja só eu pensando nessas coisas, mas ainda assim... sei lá, me sinto mal perto das pessoas, nunca sei o que falar e acabo sempre mudando a conversa pra um rumo estranho ou desagradável. Eu prefiro muito mais me expressar agindo, tipo, eu já cozinhei doces para uma garota que não sei se gosto no sentido romântico, talvez eu só esteja confundindl porque sou uma virjona solitária ;-; mas ainda assim, adoraria poder conversar normalmente com ela... Enfim, agir é tão melhor, tipo, eu realmente queria chamar alguém pra ficar deitada comigo ouvindo lofi ou sei lá, cozinhando (amooo fazer doce, só sei fazer isso, comida de verdade é saudável demais pro meu gosto Ò ^ Ó kk mas eu ja disse isso né? Hum, acontece) mas é...
Foda que mesmo antes da quarentena, eu não posso sair de casa. Eu realmente odeio esse fato, sei la, queria poder ir no shopping mesmo que sozinha, saca. E deve ser muito reclamação de burguesa, mas ainda assim, odeio, ODEIO o fato de que eu sou atrasada, no sentido de só ter tido permissão pra lavar a própria louça com uns 12 anos ou até mesmo cortar minha própria comida. Ou sei lá, só participar de modinhas adolescentes de forma atrasada e vergonhosa. Eu só faço merda cara...
Sabe, agora eu tenho aquela coisa de controle dos pais porque eu não quis mostrar meu whats pra minha mãe (porque tipo, qualquer coisinha pra minhha mãe já é algo grande) e ela acabou explodindo. Odeio isso, não posso nem mais ter amigos online, e nem conversar com o Italo, um cara que realmente era um amigo foda que conheci por uns 1 ano e meio sabe, era tão hilário passar a madrugada com ele, E DROGAAAAA EU TO CHORANDO AGORA serio eu tenho tanta saudade dele :( mas sei lá, já se passaram uns anos e agora conversar com ele não tem mais aquele clima sabe, de tipo, eu poder falar abertamente sobre qualquer coisa. E se alguém começar com o papo de "ah ele pode ser perigoso e blablabla" primeiro: ele tinha namorada. Segundo: a gente só zoava vey, eu mal falava da minha vida mesmo, a nossa coonversa só fluía...
Bom, sei lá, é inútil ficar pensando nessas coisas mas ainda assim, não dá pra evitar, que hoje as coisas estão tão, tipo, chatas? Não é isso, talvez sem graça? Eu realmente não sei explicar... mas é, dá pra entender o que uma idiota introvertida e rude pensa nessa quarentena né? Eu não duvido que esteja enlouquecendo aos poucos, porque tipo, tá tudo tão perfeito, a gente vai se mudar agora pra uma casa muito melhor, eu tenho uma cachorrinha linda, agora posso mexer no fogao pra fazer minhas coisa mas sei la, eu teimo em ser a bosta que sou, hein, MERDAAAA Sabe Sempre que to sozinha eu acabo aprofundando esses e outros pensamentos, Eu sempre acabo chorando. Ae eu sempre repito: "Acontece" Isso realmente me deprime. Era pra acontecer? É normal isso? Tipo, deve ser, mas ainda assim, é tão doloroso, é tão irritante não poder mais sentir que posso me salvar. Tipo, eu não consigo imaginar meu futuro saca, eu sempre me vejo indo pra sacada aos 18 anos ou indo trabalhar pra uma empresa qualquer e ter uma vida qualquer. Talvez seja algo muito futuro, mas ainda assim, eu TENHO que pensar sobre isso.
Eu sei de todas as minhas falhas, sou chata, orgulhosa, feia, burra, lenta, desonesta e etc. E é por isso que eu me odeio... odeio tirar fotos, odeio fazer provas, odeio ter que me levantar e me esforçar pra qualquer coisa, porque no fim das coisas, nada disso vale o esforço. Eu vou morrer de qualquer jeito, então pra que me importar? Sabe, isso é um pensamento constante que inclusive uso para me acalmar. Eu cochicho um "eu vou morrer amanhã", e surpreendentemente, dá certo! Olha que legal, nossa! ;-;
Enfim, é, também não sei qual o objetivo desse texto, só acabei fazendo mesmo... nah, acontece.
submitted by MEIXXMO to desabafos [link] [comments]


2020.09.18 02:40 iamassuregi Segunda chance ok, agora terceira, quarta e quinta ...

Preciso tirar isso do peito kkkkk então isso é longo
Eu conheço uma garota desde a sétima série, hoje tenho 24 anos. Essa garota por muito tempo foi minha amiga, mas sempre meio com vergonha. Kkkk eu não tinha uma boa aparência na época (e em minha defesa todo adolescente é feio) e hoje, olhando para trás, sinto que ela tinha vergonha de mim.
Em 2017 ela me apresentou a um amigo dela. Muito estranho, o cara tinha uns 40 anos e era amigo de uma moça de 21... Um dia fui dormir na casa dela, na época levei o PlayStation e ficamos jogando. Uma das irmãs, que tinha 15 anos aparece, totalmente bêbada. E esse coroa trazendo essa menina. Eu fiquei indignada, pois ela estava muito bêbada mesmo, até vomitou e desmaiou. Eu fechei a cara quando vi isso tudo e só pensava em chamar uma ambulância ou a polícia. Lembro que ele falou algo como: "Ela estava na minha casa com a minha filha, tomou só um pouco" e eu retruquei: "Ela tem quinze anos. Não devia ter tomado nada".
Esse foi o meu primeiro erro. O cara pegou raiva de mim aí.
Enfim, noutro dia fui pra minha casa e segui a minha vida.
Na época da escola éramos um trio: eu, essa garota e outro amigo. Esse moleque não era amigo dela há um tempo.
Outra visita a casa dela e ela me pergunta dele. Eu falo a verdade, que disse que nunca mais queria falar com ela. Tinha morrido pra ele. Volto pra minha casa e quanto estou deitada já, vejo uma ligação. Era o coroa me ligando.
Ele gritou comigo, disse que se fosse para eu falar desse amigo que eu não pisasse mais o pé na casa dela. Queria saber o que ela tinha feito pra ele, e eu apenas respondia: pergunta pra ela!
No dia fiquei morrendo de medo. Depois chorei de raiva. Mandei uma mensagem pra ela, dizendo que precisávamos conversar. No outro dia ela me respondeu, dizendo que iria falar com ele. Depois veio com uma conversa que não podia escolher lado pois não tinha ouvido a ligação para dizer o que cada um disse.
Depois disso me afastei, me ocupei com trabalho. Respondia ela pouco. Meu erro também, devia ter bloqueado nessa época. Também comecei a me arrumar bastante, me cuidar mesmo e a ter encontros kkk (e sim, agora sou bonita)
Ela me chamava para ir na casa dela sempre e dizia: leva o videogame, não tem nada aqui para fazer. Ela mora noutro bairro, muito contramão pra ônibus, então eu andava meia hora com um PS4 mochila, chegava lá morrendo. Eu acabava dormindo lá pois sempre ficava tarde pra voltar. Um dia eu falei pra ela que tava muito zoado para ir, pois estava tendo assalto direto e eu não poderia dormir pois tinha compromisso. Ela disse: então deixa o vídeo game aqui. Depois você busca.
Aí sim eu descobri, ela só queria jogar.
Então fui me afastando, até que ela surgiu meses depois fazendo perguntas sobre esse maldito videogame. Eu não entendo muito, tinha comprado ele no fim de 2016 pois foi uma baita promoção e eu usaria para ver vídeos do YouTube e alguns jogos que eu tinha visto gameplay. Mas por causa do trabalho quem usava mais era a minha família, para assistir. Então eu realmente não sabia responder nada. Foi uma semana de questionamentos até ela me pedir a minha conta da PSN. O coroa tinha dado um videogame para ela. Meu sangue ferveu, e eu disse que não. Ela veio com uma conversinha do tipo: "você não confia em mim?" Eu apenas disse: "sei que você não vai pegar nenhuma informação minha, mas não empresto pra você. Meses sem falar comigo e quando volta quer favores?".
Ela sumiu por três dias e quando voltou disse que não poderíamos mais ser amigas. E começou a escrever um textão. Eu simplesmente dei block e deletei o número. Isso foi no fim de 2018.
Nessa época eu estava meio mal, mudei para um emprego de meio período e fui passando sem comprar muita coisa. Vendi o videogame e resolvi estudar para entrar numa universidade. A situação financeira aqui em casa apertou tanto que eu praticamente sustentei a casa por uns meses com um salário de meio período. Deixei muito currículo mas nem chamavam... Enfim.
No fim de fevereiro desse ano entrei no meu Facebook e tinha várias mensagens dela, das irmãs, pedido para eu mandar mensagem pra ela. Eu sou muito curiosa, então não aguentei. Passei o meu número para a irmã e disse que entrar em contato comigo. Ela falou comigo e pediu desculpas.
E eu aceitei, pois estava numa paz e estava tentando mudar, ver o melhor nas pessoas. Estava muito de boas mesmo.
Ela veio perguntar da minha vida, eu disse que estava estudando e trabalhava algumas horinhas por semana.
Aí ela me pediu uma dicas para estudar pra FUVEST/Enem e acabamos combinando que eu poderia ajudar ela a estudar.
Desde 2019 eu estava muito calma, não me irritava com ninguém e também toda semana tirava um momento pra refletir os pontos da minha personalidade que tinha que melhorar. Mas eu fiz um grande erro: ser gentil não é ser otária. E eu estava sendo uma otária.
Acabou que o corona apareceu e bagunçou a vida de todo mundo, mas continuamos nos falando. Ela comentava lugares que queria ir e eu dizia "ah, depois do corona a gente vai". Acabou que a primeira oportunidade foi esses dias, quando sp começou a permitir que cursos extracurriculares voltassem. Decidi que iria fazer um curso de japonês, pois estava meio deprimida e queria algo para ocupar a cabeça. Chamei ela para dar uma olhada comigo na unidade da escola.
Eu já tinha comentado com ela que estava ficando bem ocupada recentemente, então podia ser que eu esquecesse de ver as mensagens. Falei pra ela que sábado ficaria fazendo um trabalho. Então sábado de manhã fomos ao curso de japonês e quando voltamos ela se convidou para ir na minha casa. Eu, por causa de estar ocupada e cansada, não queria ninguém aqui, então só disse que outro dia a gente marcava.
Depois disso ela nunca mais de respondeu. Ela tinha parado de falar com o coroa quando voltou a falar comigo, mas deve ter voltado.
Essa novela é tão grande e ruim que vou acrescentar uns detalhes aqui:
O que eu aprendi de tudo isso? Não fique perto de quem faz mal pra você. Seja gentil, mas não seja besta.
submitted by iamassuregi to desabafos [link] [comments]


COMO FAZER ''TORTA NA CARA'' CASEIRO (PIE FACE DIY) como fazer um jogo cara a cara Um Cara Muito Chato - YouTube COMO FAZER UM JOGO CARA A CARA DE PAPELÃO: criando e se ... como fazer um cara ficar vermelho! TIERRY - Um Cara Como Eu - YouTube COMO FAZER UM CAIXOTE DE FEIRA COM CARA DE LOJA LOD MORAES FEAT LETÍCIA ARTES

Como Fazer Porta Guardanapo Floral - Como Fazer Porta ...

  1. COMO FAZER ''TORTA NA CARA'' CASEIRO (PIE FACE DIY)
  2. como fazer um jogo cara a cara
  3. Um Cara Muito Chato - YouTube
  4. COMO FAZER UM JOGO CARA A CARA DE PAPELÃO: criando e se ...
  5. como fazer um cara ficar vermelho!
  6. TIERRY - Um Cara Como Eu - YouTube
  7. COMO FAZER UM CAIXOTE DE FEIRA COM CARA DE LOJA LOD MORAES FEAT LETÍCIA ARTES

(Este vídeo foi públicado á alguns meses antes do meu projeto reborn). Olá hoje nos vamos fazer o conhecido cara a cara e melhor de forma simples e sem gastar muito. cara amarela https://drive ... Tierry - Um Cara Como Eu Curta, compartilhe e se inscreva no canal! LETRA: Tô esperando você me notar Frequentando o mesmo lugar Tô querendo chamar sua atenç... Olá pessoal nossa dica de hoje é como fazer um jogo cara a cara de papelão, já mostramos este vídeo á um tempo atrás no marárte mendes, então confira o vídeo... Olá, 'Ele pega no seu braço pra falar e conta em detalhes histórias que nunca têm fim...' Um abraço, solentreamigos.com.br UM CARA MUITO CHATO Dizem que ele ... COMO FAZER UM JOGO CARA A CARA DE PAPELÃO: criando e se divertindo - Duration: 18:05. Leticia e Isabela Mendes 32,160 views. 18:05. Galera no vídeo de hoje vou mostrar Como Fazer Um Caixote de Feira Com Cara De Loja em colaboração com a Letícia do canal Leticia Artes. Meu Curso: http://bi... This feature is not available right now. Please try again later.